O sucesso do MMA e a ascensão de lutadores no cenário mundial serviram de inspiração para que muitos entrassem no mundo das lutas para conhecer seus inúmeros benefícios. A luta, além de ser disciplinadora, é um exercício físico como qualquer outro.

Trabalhando a respiração, o coração e o físico, a luta é um dos esportes mais completos existentes. Pois, além de trabalhar todas as regiões do corpo, ajuda na perda de calorias e manutenção das articulações.

Adotar a luta como atividade física para o dia a dia

Há professores altamente capacitados e focados em levar as melhores técnicas aos alunos, promovendo inúmeros benefícios aos alunos, e entre eles estão:

  • A melhora da flexibilidade: devido ao alto grau de exigência em alguns exercícios específicos, a flexibilidade passa a ser uma das primeiras vantagens a serem percebidas ao início da nova rotina.
  • Desenvolvimento da coordenação motora: especificamente para os que possuem este problema e não sabem como corrigi-lo, a luta pode ser a solução mais prática existente.
  • Diminuição do estresse: descontar raiva, frustração e, sobretudo, esquecer todo e qualquer problema ao utilizar um saco de areia para esmurrar e transpirar tudo aquilo que aflige no corpo.
  • Agilidade e reflexos: são claramente potencializados, devido aos exercícios trabalharem em demasia o foco, a atenção e o alerta para situações específicas.
  • Perda de peso: é um excelente recurso para quem deseja perder peso. Além de tonificar os músculos, e, é claro, a diminuição da gordura corporal localizada na região abdominal.
  • Disciplina: cada atividade possui suas regras, e elas são como as leis para seguir praticando. Contudo, ela também pode servir como um compromisso fixado para quem se perde comumente nos horários.
  • Promove Saúde e bem-estar: é indicado para inúmeros problemas de saúde, como pessoas portadoras de pressão alta ou colesterol altamente variável.

Quem pode adotar a luta como atividade física?

Não há qualquer restrição para a prática.

Altura, peso, idade, etnia e o que for. O ambiente da luta é totalmente aberto a todos e inteiramente democrático. A harmonia, a sintonia e a união são partes fundamentais da luta. Ela não exclui ninguém. Muito pelo contrário, ela exige a diversidade.

Portanto, como ressaltado anteriormente, não importa, sobretudo, a idade. A luta como atividade física pode ser uma opção de quem tem 8 anos, assim como a pessoa que tem 80 anos. É uma excelente forma de manter corpo e mente em perfeita sanidade. Em plena afinidade, quem agradecerá é o seu corpo, o seu organismo.

Aproveite uma aula e experimente o contato com o ambiente. A luta é um dos espaços mais ricos de aprendizagem teórica e prática. Com ela, seu corpo explodirá em êxtase, e a paixão será à primeira vista.

Siga a página Saúde
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!