Na quarta-feira (14), a Caixa Econômica Federal anunciou algumas mudanças nas regras do financiamento imobiliário. As novidades atingem muitos usuários, principalmente aqueles que possuem um contrato de financiamento da casa própria, que não mais poderão suspender o pagamento das parcelas, o que foi possível durante os últimos seis meses. Porém, os mutuários poderão optar agora em pagar apenas uma parte da prestação, caso desejem.

Entenda as mudanças

No início da pandemia, em março, a Caixa Econômica Federal suspendeu o pagamento das parcelas do financiamento imobiliário. Essa medida foi renovada por três vezes.

A última vez que foi renovada foi no final de julho e a suspensão valeu três meses. Os titulares de financiamento imobiliário na Caixa Econômica tiveram a possibilidade de suspender o pagamento das parcelas por seis meses, portanto.

Com o anúncio das novas medidas, a Caixa Econômica informa que isso não será mais possível. Também foi informado pela instituição que a carência de seis meses para o pagamento das parcelas do novo financiamento será estendida para 30 de dezembro de 2020 e que a taxa mínima para o crédito imobiliário cairá de 6,5% + TR para 6,25% + TR a partir de 22 de outubro.

Possibilidade de contratar financiamento imobiliário por aplicativo

Para facilitar o processo de contratação de crédito imobiliário e dar mais celeridade aos procedimentos, a Caixa Econômica lançou nesta segunda-feira (19) um serviço que possibilitará a qualquer interessado em adquirir uma casa financiada pela Caixa, fazer todo o processo via aplicativo, sem a necessidade de ir ao banco, o que deverá ocorrer somente no ato da assinatura do contrato.

Para isso, o interessado deverá, primeiramente, baixar o aplicativo "Habitação Caixa", disponível para sistemas operacionais Android e iOS, onde será possível fazer a simulação, passando por todas as fases, desde o cadastro até a aprovação.

Pelo aplicativo será possível o cliente escolher a melhor opção, definir quanto será o valor da entrada, bem como escolher o indexador da taxa de juros, o sistema de pagamento e quanto que deseja pagar de prestação, sendo possível definir um teto para esse valor.

O processo via aplicativo é simples e fácil e trará comodidade para os clientes. O cliente não mais terá que ir a uma agência Caixa entregar os documentos necessários, pois isso será feito por uma plataforma. Os dados do comprador e do vendedor serão informados todos via aplicativo, bem como os dados do imóvel e seu valor.

Ainda pelo aplicativo será possível acompanhar o andamento da proposta e verificar se há alguma pendência documental.

Siga a página Negócios
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!