Atualmente, muitas microempresas estão em busca de soluções que visem aumentar a fidelização e as vendas dos clientes. Neste caso, a utilização de ferramentas de marketing digital deixou de ser um privilégio e passou a ser uma realidade no dia a dia de trabalho de muitos microempresários.

As pequenas empresas buscam vigorosamente redes como Facebook, Instagram, LinkedIn e afins para atrair seu respectivo público-alvo e, consequentemente, aumentar as vendas. No entanto, as estratégias de marketing digital vão muito além de comentar postagens ou anúncios pagos.

Esses planos de ação variam da usabilidade do site a campanhas publicitárias que convertem usuários em leads (clientes compradores).

As estratégias de marketing digital são mais baratas, permitindo que as pessoas acessem os principais canais de comunicação, como redes sociais e o próprio Google. Além disso, por meio da transformação digital, ficou mais fácil medir o retorno de cada atividade (ROI) para a empresa, de modo que é possível determinar onde investir um determinado orçamento para específicas estratégias de pequenos Negócios.

Plano de marketing digital para microempresas

Com esta função, é possível entender melhor o perfil do público-alvo, os fatores que o motivam a adquirir produtos ou utilizar os serviços, assim como os aspectos relacionados à divulgação do conteúdo ou do próprio produto no meio online.

Neste processo, também é importante avaliar o mercado e os concorrentes, observando o que é importante aprimorar para melhorar as ações que foram tomadas ou para aprender com os erros dos outros para evitar os mesmos.

O impacto de um plano de marketing digital é que ele se baseia em uma estratégia que dá visibilidade à sua marca no ambiente digital e pode ajudar a posicionar melhor seu negócio.

Construir presença online

Se uma empresa ainda não possui uma página ou conta em uma rede social, ela deve criar no exato momento! Cada vez mais usuários obtêm opiniões sobre marcas, produtos e serviços por meio das redes sociais.

Quem está offline dificilmente conquista novos consumidores. Além disso, ainda é possível descobrir as ideias dos clientes através das redes sociais para encontrar os pontos que precisam ser aprimorados, modificados e incluídos na comunicação com eles e no serviço ou produto.

Criar conteúdo diariamente

Não basta estar online se não há conteúdo criado. Sem criação de conteúdo, sem novos clientes. Por isso, é fundamental trabalhar a criação do conteúdo de qualidade que servirá para o público que precisa sanar dúvidas ou ainda solucionar problemas. Há várias maneiras e diferentes formatos de se criar conteúdo online, basta encontrar a que melhor case com o público-alvo a ser atingido.

Utilizar os canais digitais disponíveis

Dentro dos canais digitais é possível criar diferentes formatos e tipos de conteúdos. No Instagram, por exemplo, há as postagens convencionais, criações de vídeos curtos, vídeos longos (IGTV), Reels, Stories, Lives e por aí vai. Estes são alguns exemplos para serem adotados na estratégia de marketing digital para a microempresa:

  • Blogs (Medium) e microblogs (Twitter): considere o formato do conteúdo que será publicado neste meio, como artigos ou postagens de blog sobre os produtos ou serviços oferecidos;
  • Facebook e Instagram: criar publicações que direcionem para um link com destino a um blog ou site que venda os produtos para gerar tráfego e atrair clientes por meio de propostas de relacionamento e ações interativas;
  • YouTube e TikTok: trabalhando para apresentar o produto ou serviço de forma dinâmica em vídeo e com suporte audiovisual;
Siga a página Negócios
Seguir
Siga a página Tendências
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!