Paulo Henrique Ganso deverá ser, realmente, o principal reforço do Fluminense em 2019. Por detalhes para ter a sua contratação oficializada (aguarda somente a liberação do Sevilla), o meia vem conversando diariamente com Fernando Diniz, técnico do Tricolor das Laranjeiras, sobre a forma de como o time irá atuar no início da temporada, deixando todos mais otimistas quanto a um desfecho positivo.

Mesmo o Fluminense tendo muita cautela para confirmar oficialmente, o clube já trabalha na apresentação de Paulo Henrique Ganso.

Publicidade
Publicidade

Caso o Sevilla dê o esperado sim, a diretoria já planeja levar o novo camisa 10 ao Maracanã e levá-lo ao torcedor momentos antes do confronto de sábado, às 19h (de Brasília), diante do Volta Redonda, válido pela rodada de abertura do Campeonato Carioca.

Houve duas reuniões recentes entre o empresário de Paulo Henrique Ganso, Giuseppe Dioguardi, e os dirigentes do Fluminense. Na sexta passada, ele esteve junto com o presidente Pedro Abad, o vice de Futebol Fabiano Camargo e o diretor-executivo Paulo Angioni.

Na última segunda, o agente se encontrou somente com Angioni.

Durante as reuniões, o Fluminense apresentou o quanto dispunha de salário e Dioguardi ficou de levar a informação ao Sevilla, que, a princípio, queria um empréstimo de seis meses, mas acabou sendo convencido de aceitar ceder o meia por uma temporada inteira.

Questionado se a vinda de Ganso iria gerar um descontrole nas finanças do clube, Paulo Angioni assegurou que tudo vem sendo feito dentro do planejamento estabelecido pelo presidente Abad.

Publicidade

"O Ganso é uma situação tranquila para nós. Se vier, será em uma situação bem confortável. O interesse da presidência é cumprir o compromisso assumido. É óbvio que o Ganso é caro, mas o Fluminense está trabalhando em cima do seu limite", disse em entrevista concedida à Rádio Globo no domingo.

Ganso autoriza busca por moradia no Rio

Outro indício de que, de fato, Ganso está a caminho é o fato de que ele já autorizou o seu staff a procurar um apartamento no Rio de Janeiro.

A expectativa é de uma solução até, no máximo, quinta-feira.

Emprestado pelo Sevilla ao Amiens, da França, Ganso, no final de 2018, recebeu, por parte dos dois clubes, a autorização, para buscar uma equipe no Brasil e atuar por empréstimo e, desde então, vem negociando com a equipe das Laranjeiras.

Além de Ganso, o Flu busca outro meia experiente: Nenê, jogador com passagens por Santos, Palmeiras, Paris Sanit-Germain (França), West Ham (Inglaterra), Vasco e que, no momento, é reserva do São Paulo.

Publicidade

Até o momento, a agremiação carioca trouxe o goleiro Agenor, o lateral-direito Ezequiel, o zagueiro Matheus Ferraz, o volante Bruno Silva, o apoiador Caio Henrique e os atacantes Yony Gonzalez, Matheus Gonçalves e Luiz Felipe.

Leia tudo