Confirmando a informação do jornalista Jorge Nicola, da ESPN, na última sexta-feira (14), o Fluminense revelou, através de entrevista dada pelo seu vice-presidente geral, Celso Barros, ao Lancenet neste sábado (15), que está interessado na contratação de Walter, goleiro de 31 anos, atualmente na reserva do Corinthians.

"É um goleiro que nos interessa. Conversamos com o presidente do Corinthians, com os representantes do jogador para saber sobre a possibilidade.

Publicidade
Publicidade

No entanto, não foi feita nenhuma proposta, apenas iniciamos algumas conversas", explicou Celso Barros.

Walter está no Corinthians desde 2013. Três anos após sua chegada na agremiação paulista, viveu seu melhor momento quando barrou Cássio, mas algum tempo depois voltou à condição de reserva. Ele tem contrato com o Alvinegro de Parque São Jorge até o final de 2019 e já informado que não permanecerá no clube na próxima temporada, aumentando as chances de transferência para o Fluminense.

Publicidade

Durante a sua posse na última segunda-feira (10), o presidente Mário Bittencourt disse que passaria a cuidar de reforços no início da próxima semana.

"Quando falamos em reforçar o elenco e trazer outros jogadores, não significa que os que lá estão não são úteis ou não são bons. O time fica mais forte e, vencendo, você traz mais receitas", explicou o mandatário ao site Globoesporte.

Prioridade é regularizar salários e impedir saídas

Antes de trazer um novo goleiro, o Fluminense terá outras prioridades a serem resolvidas durante a pausa para a Copa América.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Corinthians

A maior delas é regularizar a situação dos salários atrasados. Atualmente, o Flu deve dois meses de CLT, 13º e férias de 2018 a jogadores e funcionários, além de cinco meses de direitos de imagem para atletas que possuem o direito de receber este tipo de remuneração.

Por conta de tal pendência financeira, existem atletas insatisfeitos no elenco e, caso não haja qualquer tipo de solução, cogitam deixar o clube carioca.

Um deles é o atacante Luciano, que, para não completar sete jogos no Campeonato Brasileiro, pediu para não ser escalado na partida da última quinta-feira, em Chapecó, diante da Chapecoense.

Outro ponto a ser trabalhado nesse período de recesso é esvaziar o departamento médico. No momento, o Flu tem afastados os volantes Aírton (amigdalite) e Bruno Silva (artroscopia no joelho esquerdo), os zagueiros Digão (fratura na tíbia da perna esquerda), Léo Santos (cirurgia no joelho), Matheus Ferraz (ligamento do joelho direito), o lateral-direito Gilberto (dores no joelho esquerdo), o goleiro Rodolfo (dores no joelho direito) e o atacante colombiano Yony González (estiramento na coxa direita).

Publicidade

Na segunda-feira (17), o vice Celso Barros e o presidente Mário Bittencourt se reunirão com o diretor executivo de Futebol, Paulo Angioni, para traçar o planejamento do segundo semestre. O Fluminense só volta a campo no dia 15 de julho, às 20 horas (de Brasília), recebendo, no Maracanã, o Ceará pela reabertura do Brasileirão.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo