Eduardo Barros elogiou não só a atitude do Athletico Paranaense diante do Atlético-MG no estádio do Mineirão como também a capacidade da equipe pela postura dentro de campo. Acontece que o Furacão superou o Galo neste domingo (24), pela 34ª rodada do brasileirão, mesmo não contando com o fator casa a seu favor o Athletico-PR conseguiu aplicar 1 a 0 com Vitinho. O técnico interino também ressaltou a entrega e a frieza do Furacão na hora da decisão da partida contra o Atlético-MG. "A equipe vem vivendo um momento mágico, fruto de toda a entrega dos jogadores e consequência de tudo o que eles vêm construindo ao longo da temporada [...]", ressaltou, observando também a filosofia do clube.

No que diz respeito à filosofia do clube do Athletico-PR, Eduardo Barros observou, por parte do clube, o lançamento de atletas jovens, ao mesmo tempo o técnico identificou-se com o clube por conta do seu trabalho ser, na maior parte de sua carreira (ao longo de 12 anos) com jogadores nas categorias de base.

Eduardo Barros empático ao Athletico-PR

Se já havia empatia entre o técnico interino Eduardo Barros e o Athletico Paranaense, depois da vitória contra o Atlético-MG, fora de casa, dado a experiência do trabalho dele com jogadores mais jovens, esse componente afetivo (mesmo que profissional) por certo aumentou, Barros está invicto há 4 partidas seguidas no Brasileirão, por certo os resultados positivamente precoces vem agradando a torcida Rubro-Negra.

Com relação ao jogo, o interino também destacou a rodagem do time e a manutenção da performance, avaliando a capacidade de decisão do clube: "[...] estamos tendo a capacidade de decidir o jogo".

Análise de Eduardo Barros sobre o jogo contra o Atlético-MG

O técnico do Athletico-PR analisou o jogo, sintetizando a postura do rival (o Atlético-MG) e contra-balanceando isto com a preparação do Athletico Paranaense, de acordo com as declarações de Eduardo Barros, o clube Rubro-Negro já esperava a postura do adversário, que por sua vez foi ofensivamente agressiva, sempre buscando o gol.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Futebol Tendências

O interino reconheceu isso ao dizer: "apesar de conseguirmos ter mais volume ao longo do jogo, não conseguimos transferir isso em finalizações [...]".

Técnico, Eduardo Barros também observou a capacidade ofensiva do Atlético-MG: "[...] é a equipe que mais finaliza na competição [...]", outrora o técnico esperasse mais dificuldade neste jogo, o técnico observou a busca da bola em todo o tempo (por parte do Athletico-PR) e a marcação agressiva neste aspecto, para Barros essa postura premiou o clube.

Neste contexto, a premiação do clube também se deu na postura segura dos mais jovens da equipe, traduzindo-se por exemplo na postura segura de Abner Vinícius, de Erick no meio do campo e no chute de Vitinho que culminou no gol da vitória atleticana.

No jogo, o Athletico-PR valorizou bastante a posse de bola com relação ao seu rival Alvinegro, mas as melhores chances ficaram com o time da casa, o Atlético-MG.

Santos, o arqueiro do Athletico-PR se destacou, fazendo grandes defesas.

Barros sobre ser técnico: 'missão de vida'

Segundo declarações do interino, ser treinador é para ele uma missão de vida, mas apesar da segurança e da certeza declarada, ele ao mesmo tempo pontuou que não irá se oferecer para o cargo de técnico do Athletico-PR, mantendo sua posição, entretanto o mesmo se colocou à disposição do clube não importando a função que ocupe.

Eduardo Barros também revelou ter assumido o posto em um momento conturbado do clube, ademais disto, o técnico ressaltou a sequência do time classificando a temporada como "maravilhosa".

Barros já trabalhou com vários técnicos, dentre eles Fernando Diniz, na época Eduardo Barros serviu como auxiliar.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo