Ao entrar em campo na última rodada do Campeonato Brasileiro, no domingo (8), Caio Henrique alcançou uma marca histórica pelo Fluminense. Com 65 partidas, o atleta, meia de origem, mas que na maior parte de 2019 foi utilizado como lateral-esquerdo, tornou-se o segundo jogador que mais vestiu a camisa tricolor em uma temporada do Futebol brasileiro. O recordista permanece sendo Dario Conca. Em 2009, ele entrou em campo por 67 vezes.

Caio Henrique desembarcou no Fluminense no início desse ano após fazer parte do grupo que, em 2018, foi rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro pelo Paraná.

Aos poucos, venceu a desconfiança de parte da torcida e se tornou uma das peças mais importantes do elenco do Fluminense. Começou a ser escalado na lateral-esquerda por iniciativa do então técnico da equipe das Laranjeiras, Fernando Diniz, e suas atuações levaram a ser convocado para a Seleção Brasileira Sub-23, que, no próximo mês de janeiro, disputará o Torneio Pré-Olímpico de Futebol, na Colômbia, em busca de uma vaga para os Jogos de Tóquio, a serem realizados no ano que vem.

Caio Henrique marcou dois gols pelo Fluminense.

Ele tem os direitos federativos pertencentes ao Atlético de Madrid (Espanha) e o Tricolor possui a prioridade de compra em definitivo ou prorrogação do empréstimo. O Grêmio já demonstrou interesse na sua contratação, caso ele não permaneça nas Laranjeiras.

Diretoria cumpre promessa e quita salários

Por conta do 14º lugar no Campeonato Brasileiro alcançado com a vitória de 2 a 1 sobre o Corinthians na Arena de Itaquera, em São Paulo, e, consequentemente, a última vaga do país na Copa Sul-Americana, o Fluminense recebeu R$ 12,8 milhões de premiação.

Graças a essa verba atingida, a diretoria do Tricolor das Laranjeiras cumpriu a promessa nesta segunda-feira e quitou três meses de salários atrasados (setembro, outubro e novembro) de jogadores e funcionários.

O presidente do Flu, Mário Bittencourt assumiu a gestão do clube verde, branco e grená no último mês de junho e, desde então, vem sofrendo para tentar a regularização das pendências. Quase a todo instante, surgem notícias de penhoras e ações judiciais contra a agremiação das Laranjeiras.

Outro assunto que deve ser acertado brevemente é o novo treinador. Em publicação na sua conta no Instagram, o vice-geral Celso Barros escreveu que gostaria da contratação do argentino Ariel Holan, campeão da Copa Sul-Americana de 2017 com o Independiente-ARG.

Encerrado o Brasileirão, os jogadores do Fluminense entraram de férias e só volta aos trabalhos no início do próximo mês de janeiro. No mesmo mês, o Tricolor começará a disputa do Campeonato Carioca.

Siga a página Futebol
Seguir
Siga a página Grêmio
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!