Após treinar pela manhã no CT Carlos Castilhos, o Fluminense desembarcou na tarde desta terça-feira (25) no Aeroporto de São Luís, capital do Maranhão. Na quarta, a partir das 21h30 (de Brasília), no Castelão, diante do Moto Club, o Tricolor das Laranjeiras estreia na Copa do Brasil de 2020, tentando se refazer da eliminação precoce da Copa Sul-Americana.

Na chegada, a delegação carioca, apesar do momento de instabilidade na temporada, teve o carinho de diversos torcedores. A todo momento, os jogadores eram abraçados e paravam para tirar. Artilheiro da equipe nesse início de ano, Nenê foi um dos mais requisitados.

Atualmente na reserva, Paulo Henrique Ganso também mostrou bastante popularidade.

A escalação segue sendo um mistério. De volta após disputar o Torneio Pré-Olímpico, na Colômbia, e ajudara Seleção Brasileira a garantir uma vaga nos Jogos de Tóquio, Nino deve recuperar a sua posição entre os titulares na zaga ao lado de Digão. Nesse caso, Luccas Claro iria para o banco de reservas. Outros prováveis retornos serão Wellington Silva e o peruano Fernando Pacheco, Desflaques mo empate de 0 a 0 com o Union La Calera na última terça, no Chile, ambos têm chances de formarem o trio ofensivo com Evanilson, substituindo, respectivamente, Marcos Paulo e Caio Paulista.

Antes do jogo contra o Moto Club, o Fluminense organizará, na Pizzaria Fornalha Grill, no bairro de Cohama, em São Luís, um encontro de torcedores.

O evento acontecerá das 14h (de Brasília) às 19h (de Brasília) e contará com a presença do paraguaio Romerito, ídolo do clube e autor do gol do título do Campeonato Brasileiro de 1984.

Ameaçado, Odair pode promover mais mudanças

O técnico Odair Hellmann, além das entradas de Nino na zaga, substituindo Luccas Claro, e de Fernando Pacheco no ataque, com Marcos Paulo indo para o banco, estuda mais duas mudanças no Fluminense.

Na atividade fechada realizada na última segunda no CT Carlos Castilhos, o comandante sacou Yuri e Henrique, formando a dupla de volantes com Hudson e Dodi. Em outro determinado momento, Yuri voltou no lugar de Dodi e Hudson passou a atuar um pouco mais adiantado.

A definição, porém, só acontecerá momentos antes do início do confronto.

Apesar de ninguém falar abertamente, a partida contra o Moto Club é fundamental para o seguimento de Odair à frente do Fluminense. Caso, assim como ocorreu na Sul-Americana, haja uma eliminação precoce (o Tricolor joga por um empate para avançar) na Copa do Brasil, o treinador não permanecerá. Nos bastidores, alguns nomes já vêm sendo especulados.

Pelo regulamento da Copa do Brasil, o Fluminense, melhor colocado no Ranking Nacional de Clubes, tem a vantagem do empate para avançar. Se conseguir a vaga para a segunda fase, enfrentará o Botafogo-PB.

Siga a página Futebol
Seguir
Siga a página Fluminense
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!