Barcelona e Napoli se enfrentaram na noite desta terça-feira (25) na Itália, em primeiro jogo válido pelas oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa. Mertens marcou para os italianos, enquanto Griezmann anotou o empate para a equipe catalã, em jogo de muita intensidade e poucas chances de gol.

Dries Mertens entra para a história do Napoli: 121 gols

A equipe italiana, comandada pelo lendário ex-volante italiano Genaro Gattuso, atuou de forma compacta, esperando os ataques do Barcelona. Os números impressionam, pois com 22 minutos de bola rolando, a equipe catalã já apresentava 65% de posse de bola.

Mas tal estratégia não rendeu como o esperado pelo técnico Quique Setién que viu a equipe mandante abrir o placar em contra-ataque. Zielinsky fez grande jogada pelo lado direito da defesa catalã e deu majestoso passe para Mertens, posicionado na entrada da área. O atacante belga não perdoou e chutou colocado no canto esquerdo de Ter Stegen, que nada conseguiu fazer a não ser observar a bola entrar. Um a zero para a equipe italiana, explosão nas arquibancadas do estádio San Paolo e marca histórica alcançada.

Dries Mertens chegou aos 121 gols com a camisa do Napoli, igualando o número de Hamsik, tornando-se assim o maior marcador da história do clube.

Após rede balançar, Barcelona e Napoli mantém estratégias

Com o gol marcado, Barcelona e Napoli continuaram a praticar um jogo de muita intensidade, marcação alta por parte dos italianos e posse de bola elevada para os catalães, o que não produziu chances claras.

Foram os italianos que finalizaram mais uma vez no primeiro tempo com o zagueiro grego Manolas, ao receber passe de Insigne. A bola, no entanto, passou próximo à trave direita e foi pra fora. Já a equipe de Messi & Cia seguiu para o intervalo sem chutar sequer uma bola no gol dos rivais.

2º tempo com desfalque para Napoli e oportunismo de Griezmann

O segundo tempo começou com a mesma intensidade do primeiro e com uma perda para os donos da casa.

Com menos de 10 minutos de bola rolando, o artilheiro Mertens sentiu uma lesão e precisou ser substituído pelo técnico Gattuso. Milik substituiu o atacante belga. Apenas dois minutos depois, Nelson Semedo triangulou com Busquets, invadiu a grande área adversária pelo flanco direito e deu belo passe para Griezmann. O atacante francês foi certeiro na finalização e igualou o placar.

O Napoli ainda teve oportunidade de voltar de ficar à frente do placar com Insigne e Callejón, mas a estrela do goleiro Ter Stegen brilhou. O Barcelona, mesmo com Messi em dia participativo, só criou uma oportunidade de perigo.

Após cobrança de escanteio do craque argentino, o zagueiro Umtiti subiu para cabecear dentro da pequena área mas a bola passou por cima do travessão do goleiro Ospina. Depois disso, apesar da entrega das duas equipes, nada aconteceu e os catalães ainda tiveram Arturo Vidal expulso após receber o segundo cartão amarelo.

Estatísticas, partida de volta e próximos jogos

A partida terminou com 64% de posse de bola para o Barcelona que, no entanto, finalizou apenas uma vez, enquanto o Napoli acertou o gol em quatro oportunidades. Ter Stegen fez 3 importantes defesas e Ospina não foi exigido pelos catalães.

Os números de passes dimensionam o domínio das ações pela equipe de Quique Setién, ao mesmo tempo que preocupam em virtude da falta de efetividade: foram 715 passes completados, de um total de 808.

Dia 18 de março Barcelona e Napoli voltam a se enfrentar, mas dessa vez no Camp Nou, na Espanha. Os italianos precisarão voltar a marcar gols. Qualquer vitória os classificam e empates a partir de dois gols também. Os catalães avançam às quartas com vitória ou empate sem gols.

No próximo fim de semana, no entanto, ambas equipes têm compromissos em suas ligas nacionais. O Napoli recebe o Torino no sábado, dia 29 de fevereiro, enquanto o Barcelona joga o clássico com o Real Madrid, na capital espanhola, no próximo domingo (1°).

Siga a página Futebol
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!