O Fluminense vem mantendo uma postura firme no combate à proliferação do Coronavírus. Após estender as férias do seu departamento de Futebol e manter a sede das Laranjeiras fechada ao sócio até o próximo dia 30 de abril, o Tricolor resolveu adotar um protocolo próprio de segurança para o retorno aos treinamentos. Além disso, a diretoria, como forma de reconhecimento por eles terem aceitado a redução salarial durante essa parada no futebol, fez um novo pacto com os atletas e resolveu que a equipe só voltará aos treinamentos no CT Carlos Castilhos se houver o aval dos jogadores e da comissão técnica.

A agremiação verde, branco e grená entende ser fundamental a opinião dos membros do elenco, uma vez que eles serão os mais expostos no reinício da temporada. Vale ressaltar ainda que o clube não abre mão de saber, das autoridades públicas e de saúde, o momento exato de se dar fim ao processo de resguardo pelo qual vive o Brasil por conta da pandemia do cornavírus.

Nas Laranjeiras, já existe o consenso de que será necessário, quando acabar a Quarentena, manter um distanciamento de, pelo menos, um metro de distância para se evitar um contágio em proliferação. Oura medida será o uso de máscaras enquanto estiverem em um local fechado, como, por exemplo, um vestiário.

A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro e os demais clubes participantes desejavam o recomeço do Campeonato Carioca na primeira quinzena de maio.

O Fluminense, porém, foi contra e, inclusive, ameaçou não entrar em campo. A postura tricolor acabou encontrando eco e Botafogo e Vasco acabaram também estendendo as férias dos seus jogadores até o próximo dia 30 de abril. Maior interessado na volta do Estadual, o Flamengo foi o último a também prorrogar o recesso do seu grupo para o final desse mês.

Confiante, Mário crava retorno de Fred

O sonho tricolor está mais próximo de ser oficializado. Em uma live ao canal Esporte Interativo no último sábado, o presidente do Fluminense, Mário Bittencourt, disse que, após o fim da pandemia do Coronavírus, Fred será jogador da equipe carioca. Segundo o dirigente, o centroavante deverá acertar sua saída do Cruzeiro e, na sequência, ser anunciado como o grande reforço do time para 2020.

“De 0 a 10, a chance de ele voltar para o Fluminense é 8. Depois da paralisação é 10”, explicou o mandatário.

Durante esse período sem competições, Fred vem trabalhando com um preparador físico particular. Mário elogia o trabalho diário do camisa 9 e acredita que, para surpresa de muitos, ele terá rendimento superior aos melhores anos de sua primeira passagem pelas Laranjeiras.

“Posso dizer que, de 2014 pra cá, está mais capacidade fisicamente do que nos anos de 2010, 2011, 2012.Não tenho dúvidas de nos dará alegrias dentro e fora de campo”, resumiu.

Entre as temporadas de 2009 a 2016, quando se transferiu para o Atlético-MG, Fred disputou 288 jogos e marcou 172 gols, além de conquistar dois títulos de Campeonato Brasileiro (2010 e 2012) e o do Estadual do Rio de Janeiro de 2012.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Futebol
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!