O Santos é um dos clubes brasileiros mais tradicionais do Futebol brasileiro e ficou conhecido internacionalmente quando Pelé estava na equipe da Vila Belmiro. A Era Pelé é bem conhecida, os jogos os dribles do então menino Edson Arantes do Nascimento, que ganhou o mundo com seu talento. No entanto, o que muita gente não deve saber é que o clube paulista inaugurou 20 estádios de futebol no Brasil e no mundo.

A história do clube paulista é marcada por títulos e pela passagem de grandes atletas, como Pelé, Neymar, Robinho e muitos outros nomes. O clube inaugurou e foi convidado para estrear em mais ou menos 20 estádios no Brasil e em outros países.

O primeiro foi em 23 de abril de 1916, no Estádio Rua Figueira de Melo, Rio de Janeiro. Na ocasião, o Peixe encarou o São Cristovão e a partida acabou empatada em 1 a 1. Naquele ano, o Santos também iria pisar pela primeira vez na sua casa na Vila Belmiro. O estádio contava apenas com uma arquibancada de madeira. O Santos jogou com Ypiranga e ganhou de 2 a 1.

Estádios tradicionais como São Januário, casa do Vasco da Gama, no Rio de Janeiro, recebeu o peixe na estreia. E o estádio Rei Pelé, em Maceió, foi inaugurado pelo Santos, afinal, o espaço recebe o nome do maior ídolo santista.

O Santos passou em outros países, como o México, onde inaugurou dois estádios, e Estados Unidos, Paraguai e Coreia do Sul, inaugurando um estádio em cada.

A inauguração mais recente foi em 2014, nas vésperas da Copa do Mundo do Brasil. O peixe esteve na Arena Cuiabá, em Mato Grosso.

Santos acumula dívidas

O Peixe negocia acordo para pagar direito de imagem atrasadas. As conversas estão em andamento para parcelar os valores das notas de fevereiro e março.

Contudo, o mês de abril não está incluído nas negociações, pois há a pendência relacionada a redução salarial.

O clube pagou 30% sem precisar fazer acordo com elenco. Para rodar a folha de pagamento, o time não descarta a possibilidade de acerto nas próximas semanas. A proposta feita pelo Santos foi aceita por alguns jogadores, outros ainda negociam.

Menos da metade do elenco santista recebe direito de imagem, valor que corresponde a 40% do total dos vencimentos.

Presidente do Santos reclama de comparações com Cruzeiro

O presidente do Santos, José Carlos Peres, mostra otimismo em relação aos acordos feitos com jogadores que estão com salários atrasados, as dívidas do clube e o fim de processos com a Fifa. O dirigente falou sobre as reuniões diárias para conseguir fazer o acerto do jogador Soteldo para pagar parte da compra combinada em 2019.

Peres aproveitou para rebater as críticas e reclamou sobre as comparações com o Cruzeiro, que foi punido e começaram a Série B com seis pontos a menos. Ele explicou que situação do Santos é muito diferente.

"Quando vendermos [algum jogador], colocamos a situação em dia, Baque do Santos não é tão grande como de outros times com folha absurda", completou.

Retorno do futebol brasileiro

O secretário-geral da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Walter Feldman, declarou para agência de notícias Reuters que, dependendo da curva de casos do novo coronavírus, o futebol brasileiro poderia retornar no fim de junho. A declaração aconteceu na última terça-feira (19).

Feldman explicou que os jogos do Campeonato Brasileiro poderão ocorrer com portões fechados e que o cmapeonato poderá ser concluído no começo de 2021.

A decisão de voltar os jogos aconteceu depois que o futebol alemão retornou, dando um ar de esperança para outras federações.

O Campeonato Alemão retornou com as suas atividades, no entanto, a federação está seguindo uma série de protocolos, com jogos de portões fechados e medidas de distanciamento.

Siga a página Futebol
Seguir
Siga a página Santos
Seguir
Siga a página ESports
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!