Conor McGregor não é mais lutador do UFC. Ao menos é o que o irlandês deixou claro em postagem nas redes sociais na madrugada deste domingo (7), afirmando que está se aposentando do UFC.

É a terceira fez que o 'Notorious' afirma que irá se aposentar do mundo das lutas. Mas, segundo entrevista do ex-campeão do peso-pena e do peso-leve do Ultimate, a intenção de deixar de lado sua vitoriosa carreira no MMA pode ser para valer

McGregor anuncia aposentadoria

Enquanto o mundo do MMA assistia ao UFC 250, no qual Amanda Nunes venceu Felicia Spencer na luta principal, McGregor foi ao Twitter para fazer o comunicado de que estaria se aposentando do mundo das lutas.

"Olá, gente! Estou aqui para dizer que estou me aposentando. Obrigado por todas as lembranças, foi uma jornada incrível", disse o lutador

As reações nas redes sociais foram as mais diversas. Enquanto muitos aproveitaram para tirar sarro de McGregor, em especial citando a derrota deste para Khabib Nurmagomedov em 2018. Mas outros também prestaram homenagens ao lutador, que se tornou a grande estrela do MMA e conquistou dois cinturões do UFC (dos pesos-pena e leves).

Desabafo de McGregor

Em entrevista à ESPN americana, o irlandês reclamou publicamente do UFC ao explicar os motivos que o levaram a decidir se aposentar do MMA. No caso, o fato de que o Ultimate não estaria procurando lutas que o agradassem para manter seu plano de seguir ativo em 2020.

Fora dos octógonos desde janeiro, quando derrotou por nocaute a Donald Cerrone no UFC 246, Conor McGregor afirmou que queria que Dana White o escalasse para uma luta pelo cinturão interino dos leves contra Justin Gaethje.

Mas ouviu um 'não' do chefão do Ultimate a seu pedido.

"Não há coisas que me deixem empolgado. Nada está acontecendo e estou apenas esperando. Eu sempre estou procurando lutas, mas não tem nada ali para mim agora. Estou ficando cansado deste jogo, eu tinha meus planos e objetivos para este ano. Mas eles vivem me oferecendo lutas estúpidas, então estou fora", disse McGregor.

Outra luta que teria sido pedida pelo 'Notorious' foi um duelo contra o brasileiro Anderson Silva. O 'Spider' foi às redes sociais depois de ser chamado pelo irlandês como 'maior de todos os tempos' e renovou seu pedido para encarar o astro do MMA. McGregor aceitou a proposta, mas também viu o pedido ser recusado.l

Um outro motivo que poderia ter influenciado em tal decisão foi o fato de que White anunciou que o irlandês teria que aguardar o vencedor da entre Gaethje e Khabib, que deve decidir em setembro o atual campeão do peso-leve do UFC, para saber quem seria seu próximo rival.

Terceira 'aposentadoria' de McGregor

O anúncio de aposentadoria de Conor McGregor também encontrou certo ceticismo porque a história é antiga.

Por outras duas vezes, o irlandês usou as redes sociais para anunciar que estava encerrando a carreira, mas rapidamente 'voltando atrás'.

A primeira vez foi em 2016. Descontente depois de ser retirado do UFC 200 por ter faltado a um compromisso de promoção para a revanche com Nate Diaz (que acabou sendo no UFC 202), o 'Notorious' anunciou que estava encerrando a carreira. Para depois decidir seguir no MMA.

Em 2019, mais uma vez o irlandês usou suas redes sociais para afirmar que iria se aposentar do MMA. No entanto, assim como a primeira vez, mudou de ideia e seguiu. Resta ver se a terceira decisão será a definitiva.

Não perca a nossa página no Facebook!