Localizado no Parque Ecológico do Tietê, o Centro de Treinamento Joaquim Grava voltou a ser frequentado pelos jogadores do Corinthians, três meses depois da paralisação das atividades devido ao coronavírus. Os atletas compareceram ao Centro Joaquim Grava, nesta segunda-feira (22), para retirar utensílios para treinos, como Equipamentos de Proteção Individual (EPI), uniformes e chuteiras para serem utilizados a partir desta terça-feira (23), na avaliação física desta semana. Segundo o portal UOL, estiveram no CT jogadores que compõem o grupo de 19 atletas que não contraíram o novo coronavírus. Entre eles, Janderson, Luan, Gabriel, Fagner, Gil, Pedro Henrique e Ederson.

Entre as medidas de segurança, para evitar contágio pela doença, o CT está com marcas no chão estabelecendo distância de 1,5 metro entre uma pessoa e outra. Tem ainda totens com álcool em gel em vários pontos desse espaço.

Foram realizados 190 testes para verificar a presença do novo coronavírus no grupo de jogadores profissionais do Corinthians, revelando indícios da doença em pelo menos oito atletas do time. Os exames foram feitos semana passada, atendendo especificações técnicas do governador do Estado de São Paulo, João Doria (PSDB), que autorizou a retomada dos treinos de atletas pelas agremiações de futebol a partir do próximo dia 1º de julho. A deliberação do governador abrange times da primeira divisão, da série A1, do Campeonato Paulista.

Coronavírus no Joaquim Grava

O coronavírus atingiu cinco integrantes da comissão técnica e funcionários de diversos departamentos do futebol profissional do Timão. Todos os infectados pelo coronavírus tiveram identidades preservadas pela diretoria do time. O grupo de pessoas positivadas para o coronavírus estão afastadas das atividades por 10 dias.

No fim deste prazo, elas serão submetidas a novos exames para conhecimento do seu quadro de saúde. Para garantir a segurança da equipe na retomada dos treinos no Centro de Treinamento, Joaquim Grava, o Corinthians adotou uma série de medidas propostas pelas autoridades sanitárias. A adoção de máscaras por todos os funcionários e a restrição do uso do vestiário, bem como dividir os treinos entre os grupos, compõem estas regras.

A presença de profissionais de imprensa no local dos treinos também deve ser evitada.

Segundo a rádio Jovem Pan, a infecção dos atletas da categoria profissional do Corinthians pelo novo coronavírus vem ocorrendo desde o início da pandemia no Brasil. O coronavírus teria infectado 21 deles, sendo que 13 venceram a doença e 8 encontram-se em isolamento social, impedidos de frequentar o Centro de Treinamento Joaquim Grava. Ainda segundo a Jovem Pan, apenas 6 dos 27 jogadores estão livres da doença até o momento.

Siga a página Corinthians
Seguir
Siga a página Brasileirão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!