Por conta da pandemia do coronavírus, o Fluminense enfrentará o Volta Redonda no próximo domingo, às 19h (de Brasília), com portões fechados, em partida da rodada de reabertura da Taça Rio, segundo turno do Estadual do Rio de 2020.

Mesmo assim, o torcedor tricolor poderá contribuir financeiramente para a equipe das Laranjeiras. Isso porque, assim como fez nas retransmissões do título do Campeonato Carioca de 1995 (vitória de 3 a 2 sobre o Flamengo, no histórico gol de barriga de Renato Gaúcho) da Band e dos 3 a 2 sobre o Palmeiras, jogo realizado em Presidente Prudente e que valeu, de forma antecipada, a taça do Brasileirão de 2012, na Globo, a diretoria da agremiação verde, branco e grená promoverá uma venda de ingressos virtuais.

As entradas destinadas aos associados do Fluminense custarão R$ 4 e podem ser adquiridas pelo Portal do Sócio (www.flumiennse.com.br/sejasocio). Já as do torcedor comum serão negociadas a R$ 9 e estarão disponíveis no sote Futebol Card (fluminensefc.futebolcard.com). Todo o valor arrecadado irá para a Fundação Oswaldo Cruz no combate ao coronavírus.

A princípio, Fluminense e Volta Redonda se enfrentam no Maracanã, no entanto, o presidente tricolor, Mário Bittencourt, em entrevista concedida há duas semanas no programa Troca de Passes, do canal fechado SporTV, declarou que, enquanto o estádio servir como Hospital de Campanha para os infectados pela COVID-19, a equipe das Laranjeiras pretende exercer os seus mandos em outro local e tentará levar a partida ao Nilton Santos.

Para isso acontecer, o Engenhão precisa ser aprovado pela Vigilância Sanitária na avaliação que ocorrerá no sábado. Caso ele seja reprovado, Flu e Voltaço terão que jogar no Maracanã.

Desconforto tira Wellington Silva da titularidade

Ao ser divulgada a provável escalação do Fluminense para a reestreia na Taça Rio, chamou-se a atenção o fato de Odair Hellmann optar por um esquema com dois centroavantes: Evanilson e Fred.

De acordo com o Saudações Tricolores, tal escolha não se deu por acaso. Segundo o portal, um dos atacantes velocistas disponíveis no elenco, Wellington Silva, sentiu um desconforto muscular em uma atividade realizada no CT Carlos Castilhos e foi afastado por alguns dias.

Wellington já se recuperou do problema físico, mas, temendo algum tipo de reincidência ou agravamento da contusão, o técnico Odair Hellmann deve colocá-lo como opção no banco de reservas.

O peruano Fernando Pacheco e o uruguaio Michel Araújo são as outras opções de atacantes de lado no atual elenco do Fluminense.

Ritmo de associação diminui no Fluminense

Depois de uma busca intensa nos primeiros três dias da campanha, houve uma queda acentuada no cadastro de novos sócios do Fluminense. Os números continuam crescendo, mas, ultimamente, de uma maneira mais discreta.

Se, inicialmente, a média de novas associações estava na faixa de 400 inscrições, na quarta e na quinta, ela não superou os 200. Atualmente, o clube das Laranjeiras possui 28.511 cadastrados.

O Sócio-Torcedor é encarado como a principal tábua de salvação para o futuro do Fluminense. No domingo passado, houve o lançamento de uma campanha produzida por páginas de torcedores do Tricolor no intuito de angariar mais sócios.

A diretoria os jogadores do elenco, dentre eles, o ídolo Fred e alguns ex-atletas da equipe carioca, como o paraguaio Romerito, autor do gol do título do Brasileirão de 1984, também aderiram ao projeto.

Siga a página Fluminense
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!