O Fluminense terá um importante reforço para o começo de sua participação no Campeonato Brasileiro. Recuperado de uma intervenção cirúrgica no olho esquerdo, Fred estará de volta ao Tricolor na partida de domingo (7), às 19 horas (de Brasília), contra o Grêmio na Arena do time gaúcho, em Porto Alegre. Por conta da longa inatividade, o camisa 9 ficará como opção no banco de reservas e Evanilson permanecerá formando o ataque titular ao lado de Nenê e Marcos Paulo.

Retornando após quatro anos, Fred foi a maior contratação do Fluminense para a atual temporada mas, até o momento, em três jogos ele ainda não balançou as redes.

O centravante não atua desde o empate de 0 a 0 com o Botafogo, no Nilton Santos, resultado que, na ocasião, garantiu a classificação do Flu para a decisão da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca.

Se terá Fred, o técnico Odair Hellmann, além de Gilberto, em tratativas finais de sua ida para o Benfica, de Portugal, não contará com o zagueiro Matheus Ferraz e o volante Hudson, ambos lesionados. Dessa forma, o provável time para a abertura do Brasileirão será o seguinte: Muriel, Igor Julião, Nino, Luccas Claro e Egídio; Yuri, Dodi e Yago; Nenê, Marcos Paulo e Evanilson.

Vários assuntos pautam encontro de Conselho

O Fluminense realizou, na noite da última quinta-feira (6), uma reunião virtual de seu Conselho Deliberativo e aprovou uma receita bruta de R$ 240,3 milhões para 2020.

Além desses, outros assuntos mereceram atenção dos presentes.

Durante a reunião, o presidente do clube, Mário Bittencourt, disse que, ao longo de um ano de sua gestão, já pagou mais de R$ 80 milhões de dívidas de administrações passadas.

Outra novidade trazida pelo mandatário foi relacionada ao Campeonato Brasileiro.

Segundo Mário, a competição, pela primeira vez na história, será transmitida para o exterior. Uma empresa americana (nome não divulgado) adquiriu esses direitos.

Assunto de interesse da torcida, o novo patrocínio master também esteve na pauta da reunião do Conselho Deliberativo do Fluminense. Mário Bittencourt informou que, ao longo desse período de retorno do Futebol, por conta da postura adotada pelo clube no combate à pandemia, três empresas, cujos nomes não foram revelados, demonstraram interesse em ocupar o espaço principal do uniforme da agremiação das Laranjeiras.

O mandatário, porém, disse que o assunto se encontra em estágio embrionário.

Ao final do encontro, Mário Bittencourt revelou que, pelo fato de não ter demitido um funcionário sequer durante o auge da pandemia do coronavírus no Rio, o Fluminense tem sido elogiado e procurado por sindicatos em busca de futuros acordos.

Siga a página Futebol
Seguir
Siga a página Fluminense
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!