Nesta quinta-feira, a partir das 20h (de Brasília), no Estádio Olímpico de Goiânia, Atlético-GO e Fluminense se enfrentam pela partida de volta da quarta fase da Copa do Brasil de 2020. O confronto será transmitido pelo SporTV para todo o Brasil, menos a capital goiana, cujos habitantes poderão acompanhar o jogo através do canal Premiere.

Precisando balançar as redes, o Atlético-GO não contará com Renato Kayser. Artilheiro do time na temporada, o centroavante, que estava emprestado pelo Cruzeiro, acabou sendo negociado para o Athlético-PR. Hyuri e Júnior Brandão disputam a preferência do comandante Vágner Mancini na posição.

Outra ausência será de Éverton Felipe, que já disputou a atual edição da Copa do Brasil com o Cruzeiro.

O sistema ofensivo também é um problema nos lados do Fluminense. Sem Evanílson, negociado ao Porto, de Portugal, o técnico Odair Hellmann ainda não poderá contar com Fred. Recuperado do coronavírus, o camisa 9, que só marcou uma vez nesse seu retorno às Laranjeiras (vitória de 2 a 1 sobre o Vasco pelo Brasileirão de 2020), só voltou a treinar com bola no início da semana e deve ter condições apenas na próxima segunda, diante do Coritiba, no Maracanã. Luiz Henrique, muito provavelmente, seguirá atuando como falso centroavante, formando o ataque ao lado de Wellington Silva.

Quem também está fora é Danilo Barcelos.

Contratado há duas semanas, o lateral-esquerdo, que estreou na vitória de 2 a 1 sobre o Corinthians, já jogou a Copa do Brasil pelo Botafogo. Em contrapartida, Dodi, Michel Araujo e Nenê, após serem poupados contra o Sport no último domingo, voltam normalmente.

Diante dos quadros apresentados, o Atlético-GO deve entrar em campo com Jean; Dudu, João Victor, Eder e Nicolas; Edson, Oliveira, Janderson, Chico, Gustavo Ferrareis; Hyuri (Júnior Brandão).

Enquanto o próvável Flu é o seguinte: Muriel, Calegari, Nino, Luccas Claro e Egídio; Hudson, Dodi, Michel Araújo; Nenê, Luiz Henrique e Wellington Silva.

Arbitragem e como está o confronto

Sávio Pereira Sampaio, do Distrito Federal, será o árbitro principal da partida. Alessandro Alvaro Rocha de Matos e Elicarlos Franco de Oliveira, ambos da Federação Baiana de Futebol, trabalharão como auxiliares.

Lembrando que o árbitro de vídeo (VAR) só começará a ser usado na Copa do Brasil a partir da próxima fase.

Como venceu por 1 a 0 na semana passada, no Maracanã, o Fluminense tem a vantagem de poder empatar para avançar na competição. Já o Atlético-GO necessita de vitórias por, pelo menos, dois gols de diferença. Caso o Dragão derrote o Tricolor pela diferença mínima, independente do placar, uma vez que o gol como visitante não é mais critério de desempate, haverá disputa de pênaltis.

Siga a página Futebol
Seguir
Siga a página Fluminense
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!