Após a saída de Everton Cebolinha, a peça-chave do Grêmio tornou-se o atacante Pepê. O veloz e habilidoso camisa 25 sempre foi a válvula de escape do Tricolor pela esquerda, geralmente decidindo jogos com infiltrações para garantir a vitória do time comandado por Renato Portaluppi.

Com a venda de seu antecessor para Portugal, Pepê deve ter o país com o mesmo destino, só que, ao invés de ter como destino a cidade de Lisboa para atuar no Benfica, Pepê rumaria mais ao norte, para atuar no FC Porto, principal interessado no Futebol do atacante.

O interesse de Porto levou Pepê a procurar referências sobre Portugal.

O jogador do Grêmio procurou ex-jogadores de clubes brasileiros para falar sobre a cidade e sobre o clube.

A consulta fortalece a preferência do camisa 25 pelo país já na próxima janela de transferência europeia. Nos últimos dias, o interesse do Zenit, da Rússia, pelo atacante se intensificou. Os líderes da cúpula gremista esperam que o jogador fique para a disputa da final da Copa do Brasil, em confronto diante do Palmeiras.

Dirigente reforça permanência de Pepê

Após inúmeras atuações destacadas do camisa tricolor, Pepê começou a ganhar prestígio no futebol europeu, sendo elogiado publicamente, inclusive, pelo atual técnico do Porto, Sergio Conceição.

Dentro do Grêmio, o clima é tranquilo porque, segundo a diretoria, ninguém fez oferta até agora.

"Temos tratado este tema com calma e serenidade. Dentro de um processo que é normal. Primeiro, não existe nada concreto", garantiu Paulo Luz, dirigente do Grêmio.

Pepê acumula 31 jogos seguidos pelo Grêmio

Ao longo dos últimos 31 jogos do Grêmio uma coisa chamou a atenção dos fanáticos que acompanharam cada uma das partidas, que têm uma coisa em comum: Pepê.

O jogador foi o mais utilizado por Renato na temporada de 2020. Atrás dele está Lucas Silva, que fará 29 partidas no início de 2021. A sequência de jogos do atacante começou em 23 de setembro de 2020, quando marcou na segunda partida Gre-Nal da fase de grupos da Libertadores. Desde então, três meses e dezenove dias se passaram, contabilizando mais de dois mil minutos entre os 11 iniciais.

Renato garante Pepê na final da Copa do Brasil

No último sábado (9), após o jogo contra o Fortaleza, Renato voltou a colocar os pingos nos is na entrevista coletiva. O treinador tricolor valorizou o papel de Pepê no elenco e revelou a conversa com o jogador na última quinta-feira.

"Uma das coisas que falei é: calma, muita calma, temos dois meses com competições. Depois, se chegarem propostas, ele senta com o presidente, o empresário e se acertam. Já esperou um bom tempo, não custa esperar mais dois meses", disse Renato, em entrevista coletiva pós-jogo.

Siga a página Futebol
Seguir
Siga a página Grêmio
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!