A 2ª edição da competição “A Melhor Caipiroska do Brasil – Smirnoff” teve sua grande final no último dia 14, com um evento realizado na Vila Primavera, sofisticada casa de eventos em São Paulo. Curitiba, no Paraná, pode se encher de orgulho e falar de boca cheia por aí que a melhor caipiroska do Brasil vem da região Sul do país. Com suas frutas típicas, como o cajá e a graviola, misturadas com pimenta rosa e manjericão, a “Aquarela”, do Gards Rooftop Bar, ganhou seu sabor inigualável com a adição de Smirnoff em seu preparo, e além de vencer as etapas regionais, levou o título de campeão do concurso.

Com a mistura de frutas típicas e vodka Smirnoff, 'Aquarela' vence a competição

Pela segunda vez em busca da melhor caipiroska do Brasil, a Smirnoff recebeu inscrições de todos os cantos do país e acabou batendo recorde, comparado ao ano anterior, com mais de 3.200 bares participando da disputa. Com o decorrer das etapas classificatórias, apenas 250 continuaram na competição e, por fim, somente 5 caipiroskas competiram pelo título.

Com tanta variedade, e cada qual com sua regionalidade misturada com Smirnoff, as caipiroskas levaram os jurados a uma árdua tarefa para eleger apenas uma como a grande vitoriosa. E quem acabou levando a melhor foi a “Aquarela”, do bartender Marcelo Yuii Prantoni, cujo título foi inspirado em uma canção de Toquinho.

Segundo os criteriosos jurados, o embaixador da marca Smirnoff no Brasil, Nicola Pietroluongo, a premiada bartender Adriana Pino e o produtor de eventos Diógenes Queiroz, a caipiroska “Aquarela” ganhou destaque pelo seu equilíbrio de sabores.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Lazer

Cada canto do Brasil teve sua caipiroska regional campeã muito bem representada, mesmo não vencendo a competição: como aconteceu com o Norte, o bar El Patrón com “Cupulate”, do bartender Junior Braga, o nordeste com a caipiroska “Arretado do Ceará”, criado por Renatim, do Floresta Bar, o Centro-Oeste com a “Flor de Açucena”, criação de Divina Célia (Nina), do Lampião Bar, em Brasília e o Sudeste com a caipiroska “Dois Limões”, apresentada por Levy Ponciano, do bar Simbalaê.

A cada nova competição realizada pela Smirnoff em busca da melhor caipiroska do Brasil, o nível fica ainda mais elevado, como destacou João Matos, Head de Marketing da Smirnoff “Trazer essa regionalidade para dentro de um copo é um desafio", afirmou.

A receita que deu à 'Aquarela' o título de 'A Melhor Caipiroska do Brasil – Smirnoff'

Impossível não ficar curioso para provar do sabor da caipiroska ‘Aquarela’, preparada com a vodka Smirnoff, depois de conhecer um pouco mais sobre a vencedora da competição.

Por isso vamos te ensinar o passo a passo da receita agora:

Para começar, precisaremos de 50 ml de Smirnoff, que não pode ficar de fora para que essa receita fique com o original sabor da “Aquarela”. Agora acrescente 60 ml de caldo de cana, 40 ml de polpa de graviola, 20 ml de polpa de cajá e 5 folhas de manjericão roxo em uma coqueteleira e faça um dry shake (para não ficar aguado por causa das polpas de frutas).

Em um copo apropriado, acrescente 5 cubos de gelo e coloque a mistura da coqueteleira, finalizando com gelo moído e ramos de manjericão roxo e pimenta rosa. Pronto, a melhor caipiroska do Brasil está pronta!

A original “Aquarela”, você encontra no Gards Rooftop Bar, que fica localizado no Shopping Pátio Batel (avenida do Batel, 1.868), piso L4. Aberto de segunda a sexta, das 16h à 1h, aos sábados, das 11h às 2h, e aos domingos, das 11h às 22h.

Para conhecer as receitas das outras 4 caipiroskas campeãs regionais é só acessar o site oficial da Smirnoff e testar cada uma delas: https://www.caipiroskasmirnoff.com.br

Fazemos questão de lembrar que é aconselhável a ingestão de água entre um drink e outro, pensando em um consumo responsável, uma vez que a caipiroska “Aquarela” tem a graduação alcoólica de 14,8 g.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo