A maioria das mães geralmente faz qualquer coisa para proteger seus filhos e se certificar de que eles estão sempre em um ambiente seguro. No entanto, infelizmente, existem casos que envolvem mães que realmente não consideram isso e não fazem nada para proteger as crianças.

Em muitos casos, elas mesmas são as próprias agressoras dos filhos. Conforme uma matéria publicada nessa sexta-feira (13) pelo portal de notícias The Star, uma mulher de 30 anos foi presa por obrigar a filha de 14 anos a se prostituir para pagar dívidas de casa [VIDEO].

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Polícia

Segundo o site, o caso foi registrado na aldeia de Miri, em Sarawak, na Malásia.

Tio leva sobrinha para um motel, mas nega ter tido relações sexuais com ela

A Polícia descobriu que um dos ‘’clientes’’ da jovem era seu tio, mas o homem alega que só descobriu que a garota de programa era sua sobrinha quando ele levou a menina para um quarto de motel [VIDEO].

O homem de 23 anos foi preso no dia 9 de outubro, depois de ter confessado à polícia que ele levou a adolescente de 14 anos para um quarto de motel.

Segundo o tio, ele não fez sexo depois de descobrir que era sua sobrinha. Diante da situação, o homem foi posto em liberdade por uma semana para ajudar a polícia nas investigações.

Mais quatro pessoas foram presas, entre elas a mãe e um empresário

Enquanto isso, um empresário de 29 anos também foi preso por ter tido relações sexuais com a adolescente. Outro homem também foi preso pelo mesmo crime. De acordo com o porta-voz da polícia, Dev Kumar, a mãe e a dona de um karaokê estão sendo acusadas de prostituir a adolescente. “Foi relatado que a jovem foi levada pelo chefe da aldeia para apresentar uma denúncia para polícia contra sua mãe. Pouco depois, a mãe foi presa no dia 8 de outubro”, disse o porta-voz da polícia.

A mãe da vítima pode pegar até 15 anos de cadeia

As duas mulheres foram acusadas no tribunal de Lawas, na sexta-feira (13). Caso sejam condenadas, podem pegar até 15 anos de prisão cada uma [VIDEO]. Ambas as mulheres poderão responder pelo crime em liberdade desde que paguem uma fiança de 8 mil ringgits malaios cada (cerca de R$ 6 mil). Que coisa horrível para uma adolescente passar. Esperamos que as autoridades abordem esta questão de forma adequada e priorizem o bem-estar da jovem ao longo desse processo.

Como esta história faz você se sentir? Compartilhe seus sentimentos e reações na seção de comentários abaixo. Não se esqueça de nos seguir para ter as melhores notícias do Brasil e do mundo.