Já mostramos aqui neste portal de notícias diversos acontecimentos polêmicos envolvendo o meio evangélico. Alguns casos chegam a ganhar tamanha proporção que atingem diversos países, deixando muitos fiéis escandalizados.

Os casos mais chocantes são os envolvendo relações extraconjugais, onde uma determinada pessoa acaba traindo o parceiro com outra(o), que, na maioria das vezes, pertence à mesma instituição religiosa, como no recente caso que iremos detalhar ao longo deste artigo.

Bispo João Leite trai esposa e seu pecado é exposto para o mundo

Segundo a Bíblia Sagrada, não existe pecado pequeno ou grande, o que existe é pecado.

Porém, no meio evangélico, algumas pessoas costumam julgar certos erros como mais graves, como no caso de roubos, assassinatos ou pecado sexual, principalmente quando o pecador é alguém casado.

Segundo a Bíblia, o pecado de adultério é o único que pode ser considerado um motivo para o divórcio. Porém, na maioria dos casos, quando é cometido pelo homem, a mulher acaba perdoando o companheiro e ambos continuam a viver juntos após um pedido de perdão. Esse foi o caso do Bispo João Leite, da Igreja Universal do Reino de Deus em Angola.

Ele teve o seu ministério arruinado após ser pego em adultério pela liderança da igreja do bispo Edir Macedo, dono da Rede Record. O caso veio à tona nessa quarta-feira (14) e causou grande repercussão. João Leite era o bispo responsável pelo trabalho da igreja em Angola.

Segundo informações, ele traiu a esposa com pelo menos quatro mulheres, que pertenciam a mesma igreja. A princípio, o assunto era tido apenas como meros boatos de internet, mas a própria instituição religiosa publicou um vídeo do bispo João Leite confessando o pecado publicamente.

Na gravação, o religioso aparece ao lado da esposa traída e confessa o erro, ao mesmo tempo em que pede que todos o perdoasse.

O bispo ainda afirma que, mesmo após o erro, irá continuar seguindo os caminhos de Jesus dentro da Igreja Universal. Porém, não mais como bispo da instituição.

O vídeo já alcançou mais de 1 milhão de visualizações apenas na página oficial da igreja no Facebook. Em outras redes sociais, estima-se que o vídeo já tenha alcançado o triplo dessas visualizações.

Ainda no vídeo, João Leite afirma que fez a gravação por livre e espontânea vontade, pois não teria sido obrigado a fazer. A esposa, que aparece ao lado, se mostra muito infeliz e com o rosto em lágrimas.

Assista ao vídeo:

Não perca a nossa página no Facebook!