Nesta quinta-feira (14), alguns policiais indianos foram mortos e dezenas ficaram feridos em um ataque terrorista. O comboio foi atacado por um carro-bomba em uma avenida perto da cidade de Srinagar, na Caxemira indiana.

O ataque matou doze policiais indianos e deixou alguns feridos. O número de feridos ainda não foi divulgado, mas há informações que eles estão sendo encaminhados para o hospital onde receberão tratamento adequado.

A explosão atingiu um ônibus, que ficou completamente destruído, e mais cinco veículos.

A área atingida pela explosão foi isolada pelas forças de segurança, que estão investigando o caso. O tráfego foi suspenso na estrada.

Os culpados pelo atentado são rebeldes que lutam contra o domínio da Índia. A disputa é pela área da Caxemira indiana e envolve a Índia e o Paquistão, os rebeldes lutam contra o domínio indiano desde 1989.

O grupo terrorista Jaish-e-Mohammed, através do porta voz Muhammad Hassam, assumiu a autoria do ataque. Segundo o porta voz, o integrante do grupo Aadil Ahmad é quem realizou o ataque.

O conflito

Os conflitos na Caxemira indiana tiveram início no final da colonização britânica, sucedendo a Segunda Guerra Mundial. O subcontinente, que até o momento era dominado pela Inglaterra, foi divido entre Índia e Paquistão.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Animais Mundo

A união de adeptos ao islamismo formou o Paquistão, enquanto a união de adeptos ao hinduísmo formou a Índia. Ambos reivindicam a totalidade do território, o que desencadeia conflitos e já provocou duas grandes guerras.

Este conflito, que já dura quase trinta anos, deixou milhares de mortos e muitos feridos. Os principais afetados são civis. Estima-se que em 2017 morreram 57 civis vitimas deste conflito. Outras mortes também foram registradas em 2017, pelo menos 78 membros das forças indianas e 206 ativistas morreram na Caxemira nesse ano.

O JeM

O grupo terrorista Jaish-e-Mohammed, conhecido como JeM, possui sede no Paquistão e significa o "exército de Maomé". É uma organização terrorista armada islâmica e sua principal meta é separar a Caxemira da Índia. Seus ataques já ceifaram muitas vidas, além de deixar muitos feridos.

Já foi considerado a mais letal e principal organização terrorista da Caxemira, por esse motivo foi oficialmente expulso do Paquistão em 2002, mas continua a operar dentro do país.Diversos países já classificaram o JeM como organização terrorista, incluindo a Índia, o Reino Unido e os Estados Unidos.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo