Dois caminhões se envolveram em um acidente na madrugada desta terça-feira (12), na rodovia Fernão Dias, próximo à cidade de Bragança Paulista (SP). O motorista de um dos veículos, que teve a cabine destruída com a colisão, ficou preso às ferragens e foi resgatado com ferimentos graves.

O homem foi encaminhado ao Hospital São Francisco, em Bragança Paulista. Por enquanto, não há mais informações sobre o estado de saúde do caminhoneiro. O motorista do outro caminhão não teve ferimentos.

A Polícia Rodoviária Federal informa que o caminhão que estava atrás perdeu o controle e bateu na traseira do veículo que estava à frente, ocasionando o acidente.

Publicidade

Não foi divulgado o motivo que levou o motorista perder o controle do caminhão. Por questões de segurança, uma das faixas da rodovia foi interditada até o início da manhã, o que teria dificultado o trânsito neste trecho da rodovia.

Na imagem disponibilizada pela Polícia Rodoviária Federal é possível ver a rodovia ainda sem iluminação natural, os caminhões parados do lado direito da via e os policiais sinalizando. A presença de uma ambulância também é visível na imagem.

Rodovia Fernão Dias

A rodovia Fernão Dias é um trecho da BR-381 que liga duas regiões metropolitanas brasileiras: Belo Horizonte e São Paulo.

Pelo imenso número de veículos que trafegam nesta rodovia, é aconselhável que os motoristas estejam sempre atentos ao trânsito. Para evitar acidentes, aconselha-se verificar os freios do automóvel antes de sair e que o motorista esteja em condições físicas e mentais propícias para dirigir.

Desde 2008, a rodovia Fernão Dias é administrada pela Arteris. Em seu site, a empresa disponibiliza informações importantes sobre a rodovia, como acidentes nas vias, situação da BR e possíveis congestionamentos.

Publicidade

DPVAT

Segundo dados do Seguro DPVAT, somente nos anos de 2016 e 2017 morreram mais de 63 mil pessoas vítimas da violência no trânsito no Brasil. Desses acidentes, mais de 26 mil envolviam jovens entre 18 e 34 anos. Cerca de 76% das ocorrências tiveram como vítima o condutor de uma motocicleta. A maior parte das mortes foram registradas nas regiões Sudeste e Nordeste.