Nesta quarta-feira (27), um comunicado informou que o bebê prematuro que nasceu pesando apenas 268 gramas recebeu alta e deixou o hospital universitário de Keio, em Tóquio, capital do Japão, após cinco meses de tratamento na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Conhecido como o "menor recém-nascido do Mundo", o bebê do sexo masculino deixou o hospital apresentando boa Saúde. Os cuidados intensivos na unidade neonatal recuperaram a saúde fragilizada da criança, que depois de cinco meses de internação atingiu o total de 3,238 quilos.

O nascimento do bebê foi induzido após 24 semanas de gestação, por conta justamente do seu crescimento retardado.

Após a cesárea de emergência, o tamanho do prematuro surpreendeu os médicos --ele cabia na palma da mão de um adulto.

A mãe conta que está muito feliz com o desenvolvimento do filho e confessa que tinha dúvidas a respeito de sua sobrevivência. Por sua vez, o médico que atendeu o garoto defende que existe a possibilidade de que bebês deixem o hospital com saúde, mesmo quando nascem muito pequenos.

Hoje, no entanto, o menino que nasceu cerca de dois meses após a data que realmente deveria ter nascido apresenta excelentes sinais vitais e consegue se alimentar normalmente.

Taxa de sobrevivência em recém-nascidos nessa situação é baixa

De acordo com os registros do hospital, nenhuma outra criança nas mesmas condições havia deixado a maternidade em estado completamente saudável.

O hospital aponta que a taxa de sobrevivência dos recém-nascidos com menos de um quilo é de 90%.

O índice nos bebês prematuros com menos de 300 gramas é ainda menor --apenas 50% de chance de sobreviver. Alguns médicos acreditam que o fato da taxa de sobrevivência ser menor para meninos do que para meninas está ligado ao desenvolvimento lento dos prematuros do sexo masculino.

Outros registros de bebês prematuros

De acordo com um registro internacional da Universidade de Iowa, nos Estados Unidos, antes do recorde japonês o título de menor recém-nascido do mundo estava com um menino nascido na Alemanha, no ano de 2009, pensando apenas 274 gramas. Também na Alemanha há o registro da menor menina a sobreviver nestas condições.

A prematura nasceu em 2015 e pesava apenas 252 gramas.

Ainda no Japão, outros três casos de bebês prematuros pesando menos de 300 gramas foram registrados: em 2009, com 297 gramas, em 2011, com 294 gramas, e em 2015, com 289 gramas.

Siga a página Saúde
Seguir
Siga a página Maternidade
Seguir
Siga a página Mundo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!