A pediatra Free Hess, moradora da Flórida, Estados Unidos, se deparou com um vídeo inusitado e perigoso no YouTube Kids, versão de vídeos para o público infantil. Enquanto ela estava assistindo a um desenho com seu filho, notou um trecho completamente fora do padrão da plataforma. Um homem estava mostrando como cortar os pulsos. O caso foi noticiado nesta terça-feira (26) pelo jornal britânico Daily Mail.

De acordo com os relatos da mãe em seu próprio blog, um homem aparece no vídeo estende o braço e chama a atenção das crianças sobre a melhor forma de se cortar os pulsos.

A mãe afirmou que entende que o YouTube possui alguns vídeos que às vezes fogem da política correta da plataforma, contudo, esse vídeo, segundo ela, é doentio. Com isso, ela percebeu que o YouTube Kids também não é um lugar seguro, como pensava ser.

Free Hess acredita que esse trecho oculto foi colocado propositalmente na plataforma para causar morte de crianças. De acordo com a médica, muitos pais acabam confiando no YouTube Kids e deixam seus filhos à vontade olhando os vídeos. No entanto, é ai que mora o perigo.

Os pais não devem baixar a guarda e devem permanecer atentos diante de qualquer conteúdo posto na internet.

A pediatra assistiu novamente ao vídeo para confirmar realmente a veracidade da gravação e decidiu denunciar. Ela acionou familiares e amigos para fazerem a mesma coisa a fim de que o vídeo fosse retirado do ar. O YouTube acabou retirando a publicação, porém, já havia milhares de visualizações.

Relatos da mãe

Conforme publicação em seu blog, Hess conta que ligou o YouTube Kids para distrair seu filho durante um episódio de sangramento nasal. Conforme seus relatos, os dois estavam sentados no chão do banheiro vendo um desenho simples e inocente.

Assustada, ela desligou o vídeo rapidamente e, após atender seu filho, foi sozinha assistir novamente ao conteúdo para chegar às conclusões corretas de como deveria agir.

Ela disse que o homem aparecia no meio do desenho, passava a informação sombria e, logo em seguida, desaparecia e o desenho voltava ao normal.

Cuidado necessários

Diante desses fatos, a pediatra deixou uma mensagem do perigo que existe nos conteúdos provenientes da internet e que podem causar suicídio nas crianças. É preciso uma atenção especial dos pais em tudo o que seus filhos assistem. Embora ela tivesse denunciado o caso para a própria plataforma, inúmeras crianças estiveram frente a frente com esse vídeo perigoso.

Siga a página Polícia
Seguir
Siga a página Curiosidades
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!