O casal norte-americano Kristine e Michael Barnett, de 45 e 43 anos de idade, respectivamente, está sendo acusado de abandonar a filha adotiva, Natalia Grace, em seu apartamento na cidade de Lafayette, no estado de Indiana, EUA. Eles alegam que a filha, inicialmente adotada como uma criança, na verdade é uma Mulher adulta que sofre de nanismo.

O episódio ocorreu há 6 anos. Na época Natalia, a filha adotiva, tinha supostamente 10 anos de idade. O casal, por sua vez, conta que foi vítima de torturas e atrocidades promovidos por Natalia, por isso decidiu fugir para o Canadá, deixando a pequena adotada para trás.

Segundo informações concedidas por Kristine, ela e seu marido foram vítimas de uma fraude.

Adoção

No mês de maio de 2010, o Kristine e Michael optaram pela adoção de emergência de Natalia Grace, que nasceu na Ucrânia. Em sua certidão, a garota tinha tecnicamente 8 anos de idade. No entanto, no ano de 2012 o casal mudou legalmente a data de nascimento da filha adotiva e confirmaram em tribunal que a jovem teria, na verdade, 22 anos de idade. No ano seguinte, decidiram mudar de país.

Kristine declara que Natalia é, na realidade, uma impostora.

A mãe adotiva alega que a garota ameaçou esfaquear o casal enquanto dormia, além de já ter sido empurrada pela garota sobre uma cerca elétrica. Ela afirmou ainda que Natalia certa vez derramou produtos químicos em seu café, a fim de envenená-la.

Em entrevista ao tabloide britânico Daily Mail, Kristine afirma que a filha adotiva fazia desenhos macabros e declarava que iria matar todos os membros da família.

A mãe conta ainda que Natalia ficava de pé sobre a cama, vigiando o sono do casal, e que isso a perturbava a ponto de esconder os objetos cortantes e afiados da casa porque, de outro modo, não conseguiria dormir em paz.

Segundo informações do casal, Natalia Grace foi diagnosticada como psicopata e sociopata. Kristine afirma que a fraude foi constatada após o casal perceber que a criança adotada tinha pelos pubianos, dentes permanentes e que, inclusive, já menstruava.

Os Barnetts afirmam que a equipe médica que examinou Natalia alegou que a garota sofre de distúrbios psicológicos graves que só são diagnosticados em indivíduos adultos. Além disso, a jovem sofre de nanismo, o que impediu seu crescimento e a fez atingir somente um metro e meio de altura e ter certa dificuldade para andar. Por causa de sua condição genética, os médicos não determinaram a idade precisa de Natalia. Contudo, naquele mesmo ano o casal decidiu alterar o registro de nascimento da filha adotiva e declararam que a criança adotada inicialmente com 10 anos tinha, na verdade, 22 anos.

Em seguida, os Bernetts decidiram mudar de país e Natalia Grace ficou sozinha na casa durante três anos.

Após a acusação de negligência, o casal se entregou à polícia, sendo liberado somente depois do pagamento de fiança. Eles atestam que são as verdadeiras vítimas do ocorrido e buscam mecanismos para provar que sofreram uma fraude no documento de adoção da menina.

'A Órfã'

O caso ocorrido em 2013 só veio à tona porque recentemente o casal foi acusado de negligência e abandono de incapaz e ganhou repercussão na mídia nacional e internacional. Alguns internautas compararam a notícia da mulher adulta adotada como criança com o enredo do filme "A Orfã", lançado em 2009, dirigido por Jaume Collet-Serra e estrelado por Vera Farmiga, Isabelle Fuhrman e Peter Sarsgaard.

Siga a página Fofocas
Seguir
Siga a página Curiosidades
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!