Para a grande maioria das mulheres, abandonar uma carreira de sucesso é algo impensável e impossível. Especialmente se o motivo para o abandono estiver atrelado a um casamento. Entretanto, para Katrina Holte, uma americana de 30 anos de idade, isso não foi impensável ou mesmo impossível.

Depois de se casar com Lars, a Mulher abandonou o seu cargo no departamento de recursos humanos de uma empresa para ter dedicação exclusiva ao marido.

Os fatos foram veiculados pelo jornal britânico The Sun. Durante uma entrevista ao veículo, Katrina Holte comentou um pouco mais a respeito de sua decisão e do funcionamento de sua nova rotina, que envolver servir ao marido e viver como nas décadas de 1940 e 1950.

A rotina de servir ao marido

A americana comentou em conversa com o jornal que o seu dia começa às 6h30, ocasião em que ela se levanta para passar as roupas que o marido usará ao longo do dia, e para preparar o seu café da manhã e o almoço que ele levará para o trabalho. Depois de Lars sai de casa, o dia de Katrina é dedicado à limpeza e também ao cuidado com as roupas. Por fim, é chegada a hora de preparar o jantar do marido, que está prestes a retornar do trabalho.

De acordo com Katrina, a sua atual rotina não possui qualquer tipo de semelhança com a sua bem sucedida carreira na área dos recursos humanos.

Entretanto, para ela, isso não é uma fonte de insatisfação. Nesse sentido, é possível destacar que a americana afirma que está vivendo exatamente da maneira como sempre sonhou.

Ainda sobre isso, a mulher afirma que está vivendo da maneira como sempre desejou e que Lars compartilha da sua visão acerca da vida. Katrina ainda apontou que a sua atual rotina é bastante trabalhosa e conta com muitos afazeres, mas que ela gosta da sensação de estar tomando conta do marido.

Durante a entrevista, o The Sun questionou se Katrina se preocupa com uma possível acomodação por parte do marido.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Mulher

Entretanto, a americana se apressou a sair em defesa do marido e afirmou que Lars é a pessoa mais gentil que ela já conheceu. Além disso, a mulher ainda afirmou que ele cresceu ajudando a mãe nos afazeres domésticos e, portanto, não se acomodaria com a situação.

Casa anos 50

Para reforçar ainda mais a ideia de cuidado com o marido, Katrina ainda investiu em uma decoração baseada em estilo pin-up e vintage, característico dos anos 1950. A televisão do casal, inclusive, fica bastante escondida para não comprometer a decoração.

Ainda sobre a sua decisão, Katrina informou ao The Sun que os homens precisam ser mimados pelas mulheres sempre que a oportunidade se apresentar.

A respeito das críticas que recebe a respeito de sua decisão, Katrina afirma que acredita que as mulheres deveriam mostrar apoio umas pelas outras. Dessa forma, se alguém afirmar que deseja ser apenas uma dona de casa, essa decisão não deve ser questionada pelas demais, visto que o que pode ser a decisão certa para uma pessoa, poderá não ser para outra.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo