Mais uma tragédia envolvendo crianças ocorre mas não no Brasil, desta vez o fato aconteceu nos Estados Unidos. Alguns casos repercutiram aqui envolvendo pequenos que foram mortos ou por negligência dos pais ou casos como o da patroa de uma doméstica cujo filho Miguel (5 anos) caiu do nono andar de um prédio da cidade do Recife (Pernambuco).

Outro caso que chamou a atenção da mídia brasileira foi o da criança de dois anos que caiu do quarto andar de outro prédio, só que desta vez na cidade de Porto Alegre (Rio Grande do Sul).

No caso de Recife, a mãe deixou Miguel aos cuidados da patroa para passear com o cachorro da mulher, mas a empregadora não impediu o pequeno de entrar no elevador que o levou ao nono andar.

No caso de Porto Alegre, a Polícia Civil investiga a causa da morte e a conduta dos pais. Desta vez outra morte de criança chama a atenção das autoridades que vão investigar se os pais tiveram ou não culpa na morte do pequeno.

Pequeno Deshaun é trancado no armário

O caso aconteceu no estado americano do Arizona, onde uma criança de apenas seis anos de idade foi encontrada morta pelas autoridades, após passar várias horas trancada trancada em um armário de sua própria casa. De acordo com o laudo da autópsia realizada por peritos, a causa da morte da criança teria sido de fome.

Segundo confissão de Anthony Martinez e Elizabeth Archibeque (pais da criança morta), a vítima e seu irmão de sete anos eram trancados nesse armário todos os dias, por dezesseis horas, com escassez de comida.

Motivo do castigo das crianças

Os pais do menino morto relataram às autoridades locais que o motivo de terem trancado Deshaun Martinez e seu irmão no armário foi o fato deles pegarem comida escondidas enquanto Martinez e Archibeque dormiam. O pai das crianças usou a justificativa de que a família estava passando por grandes dificuldades e que não tinham muito dinheiro para ficar comprando comida.

O menino Deshaun morreu pesando apenas 18 Kg.

Diante de todos esses fatos, ainda sim o pai, a mãe e a avó (que também mora na casa), se auto declaram inocentes, alegando que não tinham comida para alimentar a todos. No entanto a versão dos familiares não adiantou muito, porque eles serão acusados de vários crimes no Estado Unidos, entre eles: abuso de menores de idade, sequestro e assassinato em primeiro grau.

Os promotores que estão cobrindo o caso, ainda analisam todos os procedimentos para enquadrar o pai, a mãe e a avó em crime com punição de pena de morte.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!