O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden e a vice-presidente, na mesma chapa do Partido Democratas, Kamala Harris, foram eleitos pela Revista “Time”, nesta sexta-feira (11), as "Personalidades desse ano de 2020". Joe Biden venceu o presidente Donald Trump nas urnas espalhadas pelo país em novembro, que ainda hoje tem dificuldades para aceitar a vitória do concorrente.

Fraudes na eleição de Joe Biden e Kamala Harris

Trump alega fraudes no processo de contagem de votos de Joe Biden e Kamala Harris, mas nenhuma evidência foi confirmada pelas autoridades.

O anúncio dos laureados pela Revista Time ocorreu na madrugada desta sexta-feira, quando ainda era noite de quinta-feira nos Estados Unidos. Tendo concorrido ao pleito eleitoral contra Donald Trump no dia 3 de novembro do corrente ano, a chapa Bidem e Harris foi eleita no dia 7 do mesmo mês.

Projeções

A dupla Democrata teve vitória anunciada com projeções de renomados institutos de pesquisa e meios de comunicação apontando preferência pelo projeto de Biden na Pensilvânia. Segundo a Revista Veja, Donald Trump foi eleito a celebridade da Time no ano 2016. Ainda conforme a Veja, acreditando que este feito se repetiria em 2017, postou no seu twitter que foi escolhido novamente, porém estava recusando o título.

Trump acabou desmentido pela Revista Time, que condecorou naquele ano, mulheres que lançaram o movimento social “Mee too”, de abordagens sobre abusos sexuais e assédios. Referindo-se a Biden e Harris, o editor-chefe da Time, Edward Felsenthal, destacou que os eleitos tiveram resultados preponderantes no debate existencial sobre qual realidade vive os Estados Unidos.

Joe Biden e Kamala Harris vão mudar o país

Segundo o portal UOL, os democratas receberam o prêmio da Time porque estão mudando a história dos Estados Unidos. A empresa jornalística entende que ambos lançaram seus projetos de esperança na restauração e renovação do país, devolvendo a confiança aos americanos, que fizeram adesão ao pacote de positividade.

Joe Biden e Kamala Harris, tiveram ainda como principais concorrentes, o médico infectologista Anthony Fauci, representando um contingente fundamental nesta pandemia do novo coronavírus, como enfermeiros e médicos, e integrantes do Movimento Blacks Lives Matter. Porém, de acordo ainda com o UOL, a Revista Time condecorou as ativistas negras, Assa Traoré, Porche Bennett –Bay e outros e demais lideranças de lutas por justiça racial, o título de “Guardiões do Ano”.

Nesta perspectiva, o jogador de basquete Lebron James foi laureado como Atleta do ano. Enquanto isso, o grupo de K-popo BTS, recebeu o título de “Artistas do Ano”. Já o CEO do Aplicativo de encontros virtuais, Zoom, Eric Yuan, foi condecorado como “Empreendedor do Anos 2020”.

Pelo seu envolvimento com as causas do Meio Ambiente, no aNo passado, a Time havia condecorado a ativista Greta Thumberg como sua Pesonalidade.

Não perca a nossa página no Facebook!