O mundo das notícias é complexo, e histórias e imagens falsas costumam ser amplamente compartilhadas nas redes sociais. A equipe editorial da Blasting News identifica as informações enganosas e as fraudes mais populares toda semana para ajudá-lo a entender o que é verdade e o que é mentira. Aqui estão alguns dos boatos falsos mais compartilhados da semana.

EUA

Alegação: Fox News anuncia que 400,000 americanos morreram nas primeira 9 horas da presidência de Biden

Fatos: Uma suposta captura de tela de uma transmissão da Fox News foi compartilhada nas redes sociais com a seguinte mensagem: “Joe Biden é presidente há nove horas e 400.000 americanos já morreram”.

Verdade: No canto superior direito da imagem é possível ver a marca d'água “The Daily Show with Trevor Noah”, que é o nome da conta que compartilhou pela primeira vez a captura de.

“The Daily Show” se descreve como uma página satírica do Twitter que compartilha notícias elaboradas por “Trevor Noah e a equipe de notícias mais falsas do mundo”. Portanto, esta notícia é falsa e a imagem foi manipulada digitalmente.

EUA

Alegação: Trump lançou novo partido político nos EUA chamado Partido Patriota

Fatos: O jornal The Wall Street Journal informou que o ex-presidente dos EUA Donald Trump anunciou a ideia de formar um novo partido político chamado Partido Patriota.

Após o anúncio, apoiadores de Trump começaram a promover o partido nas redes sociais, criando uma página oficial e começando a vender brindes como camisetas do Partido Patriota. Um apoiador chegou a pedir à Comissão Eleitoral Federal (FEC) apoio financeiro para ajudar o partido a decolar.

Verdade: Após este anúncio relacionado ao FEC, a campanha oficial de Trump compartilhou uma declaração dizendo que havia “confusão entre o público, o que pode levar a crer que as atividades do Partido Patriota foram autorizadas por Trump ou DJTFP - ou que contribuições para este comitê não autorizado estão sendo feitas para DJTFP - quando isso é não é verdade”.

EUA

Alegação: “Guarda-costas chinês” de Biden prova que ele “trabalha para a China”

Fatos: Durante o dia da posse do novo presidente dos EUA, Joe Biden, internautas começaram a compartilhar a imagem de um homem responsável pela Equipe de Proteção Presidencial, dizendo que ele seria "chinês", que faria parte do Partido Comunista Chinês e que, portanto, Biden “trabalha para a China”.

Verdade: O homem mostrado nas imagens é na realidade David Cho, um cidadão coreano-americano e membro condecorado do Serviço Secreto dos Estados Unidos. Segundo a Reuters, ele também serviu durante a administração de Trump.

EUA

Alegação: Facebook desconectou usuários para instalar dispositivo de rastreamento em seus telefones

Fatos: Publicação compartilhada mais de 1.500 vezes no Facebook desde o último dia 23 de janeiro mostra usuário da rede social alegando que uma guia "Rastreamento" apareceu nas configurações de privacidade de seu iPhone. A legenda da postagem diz: “vocês que foram desconectados do Facebook esta manhã ... verifiquem seus telefones, porque parece que um novo dispositivo de rastreamento para o aplicativo foi colocado em nossos telefones”.

Verdade: O recurso “Rastreamento” nos dispositivos Apple faz parte do iOS 14, lançado em 2020. O objetivo é dar aos usuários da Apple maior controle sobre seus próprios dados e privacidade. Para usar esse recurso de rastreamento, os usuários devem permitir explicitamente que os aplicativos baixados usem seus dados, relata a Reuters.

Reino Unido

Alegação: Máscaras e vacinação não diminuíram taxa de mortalidade por Covid-19 no Reino Unido

Fatos: Alguns usuários de redes sociais questionaram a eficácia das máscaras e da vacina no combate à Covid-19. Um gráfico foi compartilhado mostrando o número de mortes no Reino Unido durante a pandemia. A imagem mostra que, desde outubro, as mortes aumentaram no Reino Unido, apesar de dois lockdowns, o uso obrigatório de máscaras e o início da campanha de vacinação.

Os internautas comentaram coisas como: “POR QUE estamos assim, se os lockdowns funcionam, se as máscaras funcionam, se o distanciamento social funciona, se a nova vacina funciona?” e “Algo claramente não está funcionando. Os maiores denominadores comuns são o uso constante de máscaras e a vacina”.

Verdade: Como relata a Reuters, não há relação comprovada entre o aumento das mortes desde outubro e o uso de máscaras, bem como o início da vacinação. Evidências científicas compartilhadas pela OMS provaram que as máscaras são uma forma eficaz de combater o vírus. Com relação à vacinação, as pessoas que recebem os imunizantes da Pfizer ou da Oxford/AstraZeneca precisarão ainda de uma segunda dose antes de atingir a proteção máxima contra a Covid-19.

Até agora, mais de seis milhões de pessoas receberam a primeira dose no Reino Unido, mas apenas 400.000 receberam as duas doses. Portanto, como escreve a Reuters, é “muito cedo para que o impacto da vacinação seja sentido”. Além disso, a nova variante do coronavírus que afetou o Reino Unido deve ser considerada no aumento de mortes. De acordo com alguns cientistas, ela é 70% mais transmissível.

França

Alegação: Farmacêutico faz teste de antígeno com Coca-Cola e obtém resultado positivo

Fatos: Um vídeo de um farmacêutico realizando um teste de antígeno foi visto mais de 300.000 vezes e compartilhado mais de 40,000 vezes na internet. No vídeo, o homem coloca algumas gotas de Coca-Cola em um teste que diz se a pessoa está ou não infectada pelo novo coronavírus.

Poucos minutos depois, ele diz que o teste deu positivo.

Verdade: Em uma declaração publicada no último dia 26 de janeiro, o fabricante francês responsável pelo teste de antígeno reagiu ao vídeo dizendo: “obviamente não há vírus Covid-19 neste refrigerante”. Ele explica que o homem “fez mau uso” do teste, criando “uma reação química”, e não uma “reação imunológica”. O comunicado acrescenta que “o teste deve ser utilizado com um reagente de extração [o que não é o caso do vídeo], que vem no kit e que é essencial. Tem papel fundamental na medida em que equilibra o pH da reação, o que garante a performance do teste”.

Em declarações à AFP, o autor do vídeo que viralizou nas redes disse: “Estávamos brincando entre amigos”. “Eu vi que há ideias conspiratórias que tomaram conta do meu vídeo, coisas que eu luto e agora sou o porta-estandarte deles, é horrível, estou completamente arrasado”, completou.

África do Sul

Alegação: Farmacêutica AstraZeneca é de propriedade do “homem mais rico da China”

Fatos: Uma conta no Facebook em nome do político sul-africano Vytjie Mentor compartilhou uma afirmação dizendo que “a AstraZeneca é de propriedade do CHINÊS MAIS RICO que fica em HONG KONG e tem LAÇOS com o GOVERNO CHINÊS”.

Verdade: A AFP relata que a conta do Facebook não foi verificada e é conhecida por compartilhar informações falsas e não comprovadas sobre a Covid-19. Além disso, o European Pharmaceutical Journal descreve a AstraZeneca como uma “empresa multinacional anglo-sueca farmacêutica e biofarmacêutica”.

O site da empresa também afirma que sua sede está localizada em Cambridge, no Reino Unido. Seu diretor administrativo não é o “homem mais rico da China”, mas um francês chamado Pascal Soriot, relata a AFP.

Itália

Alegação: Comparação entre posse de Trump e de Biden mostra que eleição nos EUA foi roubada

Fatos: Publicação compartilhada nas redes sociais compara duas imagens, uma da posse do republicano Donald Trump, em 2017, e outra da do democrata Joe Biden, ocorrida no último dia 20. Segundo as publicações, o fato de a imagem da posse de Trump mostrar uma multidão de apoiadores e a de Biden mostrar apenas algumas pessoas seria uma prova de que o republicano tem muito mais apoio popular que o democrata e que, portanto, as eleições de 2020 nos EUA foram roubadas.

Verdade: Primeiramente, as duas imagens reproduzidas na publicação são verdadeiras. No entanto, é preciso ressaltar que a cerimônia de Donald Trump, em 20 de janeiro de 2017, não ocorreu durante um período de pandemia, como foi o caso da posse de Biden na última semana. Em meio aos esforços para conter a transmissão do novo coronavírus, a cerimônia de Joe Biden contou apenas com a presença de convidados oficiais. Os apoiadores do democrata, por sua vez, foram convidados pelas autoridades a acompanhar a cerimônia de casa, pelos veículos de comunicação.

Hong Kong

Alegação: Joe Biden recebeu carta oficial de Donald Trump dizendo “você sabe que eu ganhei”

Fatos: Imagem compartilhada no Facebook alega mostrar carta enviada por Donald Trump a Joe Biden em ocasião da posse do democrata no último dia 20 de janeiro.

No documento, que traz o selo da Presidência dos Estados Unidos, há apenas a frase em inglês “Joe, you know I won” (Joe, você sabe que eu ganhei).

Verdade: Uma análise forense da imagem realizada pela AFP Fact Check, utilizando a ferramenta InVID-WeVerify, mostra que ela foi manipulada digitalmente. A agência também destaca o fato de que o selo da presidência presente na carta compartilhada nas redes sociais é diferente do utilizado pela Casa Branca em seus comunicados oficiais. Além disso, o mesmo template de carta já foi utilizado em outros boatos ligados ao ex-presidente dos EUA. Trump de fato deixou uma carta ao sucessor, mas o conteúdo do documento não foi revelado.

Indonésia

Alegação: Vídeo mostra pessoas desmaiando após receberem vacina da Covid-19

Fatos: Vídeo compartilhado dezenas de milhares de vezes no Facebook, YouTube e TikTok alega mostrar pessoas desmaiando na Indonésia após tomarem a vacina contra a Covid-19.

Verdade: Uma busca reversa na internet mostra que as imagens compartilhadas foram publicadas originalmente em 11 de fevereiro de 2018 e mostram estudantes que passaram mal após tomarem a vacina contra difteria em escolas na ilha indonésia de Madura.

Tailândia

Alegação: Nasa anunciou a possibilidade de o sol nascer no oeste

Fatos: Publicações compartilhadas milhares de vezes no Facebook alegam que a Nasa anunciou a possibilidade de o sol passar a nascer no oeste. “A Nasa confirma a possibilidade de o sol nascer no oeste. A terra está girando na direção oposta, o que faz com que o sol nasça do lado oeste. Os pesquisadores acreditam que estamos caminhando em direção à mudança do campo magnético, o que levará ao fim da humanidade e à aproximação do dia do Juízo Final”, diz a legenda das publicações.

Verdade: Em declarações à AFP, a Nasa afirmou: “Nem a Nasa ou qualquer outra organização científica está prevendo que o sol nascerá no oeste. A reversão do polo magnético é um fenômeno real que já aconteceu muitas vezes no passado, e cientistas de todo o mundo o estudam, mas uma reversão levando a Terra a girar na direção oposta e fazendo o sol a nascer no oeste é falsa”.

Brasil

Alegação: Lula é eleito pela Transparência Internacional como o líder mais corrupto da história

Fatos: Artigo publicado no site Veja Oeste e depois compartilhado nas redes sociais alega que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teria sido eleito o líder mais corrupto da história em um ranking elaborado pela ONG Transparência Internacional.

Verdade: Segundo informações da agência Aos Fatos, não há nenhum ranking no site da Transparência Internacional que aponte Lula como o líder mais corrupto da história.

Nas publicações que circulam na internet, o nome do ex-presidente foi inserido em um relatório da ONG intitulado “Global Corruption Report 2004”.

Portugal

Alegação: Europeus são “forçados a trabalhar até os 70 anos”

Fatos: Publicação compartilhada no Facebook alega que “os europeus são forçados a trabalhar até aos 70 anos para que o estado possa continuar a sustentar culturas avessas ao trabalho”.

Verdade: Ao contrário do que as publicações alegam, na maioria dos países da União Europeia o acesso à pensão se dá a partir dos 65 anos de idade, segundo informações da Fundação Europeia para a Melhoria das Condições de Vida e de Trabalho (Eurofound). Para os próximos anos, devido ao aumento da expectativa de vida da população, alguns países planejam elevar a idade mínima para aposentadoria, como a Irlanda (68 anos, até 2028) e a Alemanha (67 anos, até 2031). Nenhum país do continente, no entanto, estabelece ou tem planos hoje para estabelecer 70 anos como a idade mínima para acesso à aposentadoria.

Espanha

Alegação: Imigrantes fazem parte de grupos prioritários em programa de vacinação da Covid-19

Fatos: Postagens compartilhadas no TikTok e no Twitter alegam que imigrantes e refugiados foram inseridos em grupo prioritário para receber a vacina contra a Covid-19 na Espanha. As publicações trazem um infográfico com um suposto plano de vacinação do Ministério da Saúde espanhol dividido em oito grupos. Na imagem, imigrantes e refugiados fazem parte do grupo cinco, à frente, por exemplo, de profissionais essenciais (como transporte, educação e alimentação) e maiores de 55 anos.

Verdade: Segundo informações da agência de checagem de fatos espanhola Maldita, o infográfico faz parte de um estudo publicado em novembro de 2020 pela plataforma independente de cientistas GCMSC (Grupo Colaborativo Multidisciplinar para Acompanhamento Científico da Covid-19) e não tem nenhuma relação com o governo espanhol ou com o plano de vacinação em andamento no país.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!