O deputado federal Fábio Faria (PSD-RN), marido de Patrícia Abravanel, apresentadora e filha de Silvio Santos, foi pego em flagrante pelo deputado petista Paulo Pimenta, líder do Partido dos Trabalhadores na Câmara dos Deputados. Investigações agora podem rondar Faria após ele ser descoberto em um torneio de squash.

O que era pra ser um hobby pode ser tornar uma investigação [VIDEO]criminal. Paulo Pimenta pedirá para que o Conselho de Ética e Cidadania investigue emissões de passagens da Câmara para o deputado do PSD-RN.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Silvio Santos

Fábio Faria estaria utilizando verbas da Casa para bancar viagens particulares, uma delas foi para participar desse torneio de squash.

Em 2016, Fábio Faria utilizou o recurso de emissão de passagens pela Câmara para participar de torneios que ocorreram em Curitiba, no Paraná, e em Belo Horizonte, em Minas Gerais.

As redes sociais comprovam a participação do genro de Silvio Santos. Elas apontam que ele ficou em oitavo lugar no ranking da competições. Os valores das passagens somam R$ 3.409,86.

Segundo informações do portal Metrópoles, o uso da cota parlamentar ocorreu de maneira indevida. Conforme a regra, Fabio Faria só poderia emitir passagens para o Estado de São Paulo e do Rio Grande do Norte, estados onde ele possui residência. O partido do deputado, o PSD, ainda não se pronunciou sobre o caso.

Agora, o deputado Paulo Pimenta irá conversar com aliados do PT a respeito da abertura do processo no Conselho de Ética.

Deputado investigado

Fábio Faria já caiu em investigações da Polícia Federal. O político ficou conhecido por fazer sucesso entre várias celebridades e também por ter se casado com Patrícia Abravanel.

No ano passado, o apelido de ''Garanhão'' apareceu nas listas de propinas da empreiteira Odebrecht e é vinculado ao deputado.

Na acusação, é dito que Fábio recebeu cerca de R$ 100 mil da Odebrecht. O apelido de ''Bonitão'' também se remete ao genro de Silvio. Na época, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin [VIDEO] autorizou a abertura do inquérito envolvendo diversos nomes que apareceram no Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht, mais conhecido setor de propinas. O valor que Fábio recebeu da empreiteira se reverteu em sua campanha política de 2010.

Fábio chegou a dizer que iria esclarecer o caso para o Ministério Público Federal (MPF) e para a Justiça, tudo a fim de comprovar sua inocência. Além de Fábio, seu pai, o governador do Rio Grande do Norte Robinson Faria, também é investigado pela Justiça.