Apesar de não ter vindo à posse do presidente Jair Bolsonaro –enviou o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo– o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, manifestou-se por meio das redes sociais após o discurso do colega brasileiro.

Em sua conta no Twitter, o presidente norte-americano escreveu: “Parabéns ao presidente Jair Bolsonaro, que acabou de fazer um grande discurso de posse”, foram as primeiras palavras do americano.

“Os Estados Unidos estão com você!”, concluiu.

Pouco tempo depois da mensagem de Trump, o presidente brasileiro também usou o Twitter para responder e agradecer. Dentre outras palavras de agradecimento, Bolsonaro disse que “Juntos traremos mais prosperidade e progresso para nossos povos!”.

Proximidade

Durante a campanha eleitoral, Bolsonaro sempre demonstrou inspiração no presidente americano e essa aproximação ficou mais explícita logo após a confirmação da vitória do presidente brasileiro no segundo turno, quando Trump telefonou para parabenizá-lo.

Além disso, a Casa Branca também havia emitido um comunicado oficial, mais uma vez parabenizando o então presidente eleito e expressando o forte compromisso dos dois presidentes trabalharem lado a lado para o bem de seus povos.

No dia seguinte às eleições, Trump usou as redes sociais para comentar a conversa que teve com Bolsonaro, a qual disse que Brasil e Estados Unidos irão trabalhar juntos em vários setores, como no comércio e Forças Armadas.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Jair Bolsonaro

Um mês depois, no dia 29 de novembro, Bolsonaro recebeu em sua casa John Bolton, Conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos. Dentre os assuntos discutidos estavam segurança, a situação da Venezuela, comércio entre os países e as relações comerciais com a China.

Na semana passada, o próprio Trump convidou o presidente brasileiro a fazer uma viagem para os Estados Unidos, já neste início de 2019.

Discurso

Jair Bolsonaro discursou por quase dez minutos. Em sua fala, o novo presidente brasileiro disse que deseja “reerguer a pátria” livre de “submissão ideológica”. Repetindo o que já havia sido falado durante toda a campanha eleitoral, o mandatário falou sobre a união do povo, valorização da família, respeitar a tradição judaico-cristã e combater a ideologia de gênero.

Ele também propôs ainda um “pacto nacional” entre os três poderes da República –Executivo, Legislativo e Judiciário–, e a sociedade para vencer os desafios na área econômica.

O presidente empossado disse ainda que priorizará quatro pontos: combate à criminalidade, combate à corrupção, economia, dar fim à irresponsabilidade ideológica.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo