O deputado federal Túlio Gadêlha (PDT-PE) respondeu através das redes sociais o elogio que recebeu nesta quarta-feira (10) de Damares Alves. Na ocasião, a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos fez políticos darem gargalhadas ao dizer que Gadêlha era "lindo".

Publicidade
Publicidade

No entanto, o deputado não teria gostado do elogio.

No Instagram, uma seguidora de Gadêlha comentou uma postagem do deputado sobre a visita da ministra à Câmara dos Deputados: "Fátima Bernardes, estão de olho no seu boy". Contudo, Gadêlha respondeu o comentário: "diga a ela que pode tirar o Jesus da goiabeira que não vai rolar milagre, não."

Em outra postagem, só que agora no Twitter, Túlio Gadêlha já havia sido irônico com Damares. O deputado disse que a ministra merecia "tratamento especial" e colocou a hashtag "ironia mode on", que significa "modo de ironia ligado".

Ministra Damares Alves elogia Túlio Gadêlha, e deputado ironiza. (Arquivo Blasting News)
Ministra Damares Alves elogia Túlio Gadêlha, e deputado ironiza. (Arquivo Blasting News)

O elogio de Damares

Damares elogiou o deputado federal após procurá-lo para responder uma pergunta sobre o Conjuve (Conselho Nacional de Juventude), realizada por Gadêlha momentos antes no auditório da Câmara.

Publicidade

Entretanto, o deputado federal não se encontrava mais no local. Damares então soltou o elogio, dizendo aos suspiros e se abanando: "Como ele é lindo, meu Deus". Os deputados presentes caíram na gargalhada.

Ainda nesta mesma sessão na Câmara, Damares Alves também elogiou a deputada Sâmia Bomfim (PSOL-SP), na qual atribuiu que ela era "tão jovem, tão linda, tão inteligente". Quem também recebeu elogios foi a deputada Talíria Petrone (PSOL-RJ), Damares chamou-a de "deputada linda".

Atrito na Câmara

A sessão da Câmara com a presença da ministra Damares Alves também teve atrito. A deputada Erika Kokay (PT) citou o caso de abuso sexual que Damares sofreu quando era jovem. Na revelação, que ocorreu em dezembro do ano passado, a ministra disse que foi violentada por pastores aos 10 anos de idade e teria visto Jesus no pé de goiabeira, o caso teve muita repercussão.

Erika Kokay lembrou das falas da ministra e disse que nem todas as meninas poderiam ser salvas por Jesus na goiabeira, e enfatizou a necessidade de políticas públicas para combater a questão.

Publicidade

A deputada petista recebeu vaias após as falas.

Em resposta, Damares e parte dos parlamentares que estavam presentes considerou as falas da deputada petista como uma ironia ofensiva. Damares disse que sentiu tom de deboche e declarou para Kokay: "a forma como a senhora falou no primeiro momento machucou muito essa ministra". Damares completou, dizendo que só quem passou pelo que ela viveu, sabe o que é estar no colo de um abusador.

A ministra também disse que não esperava as declarações da deputada, pois Kokay é psicóloga e tem história na Câmara na defesa dos direitos das crianças.

Publicidade

Leia tudo