Na última sexta-feira (10), Eduardo Bolsonaro e Alexandre Frota protagonizaram uma discussão no Twitter. Eduardo, filho do presidente Jair Bolsonaro, fez uma postagem sobre uma conversa com Datena e escreveu que era possível uma filiação do apresentador da Bandeirantes ao PSL. O deputado Eduardo, que é presidente estadual do partido em São Paulo, relatou que uma possível filiação de Datena iria contribuir para os quadros do partido, uma vez que o apresentador é uma pessoa reconhecida na defesa da segurança pública. Entretanto, o deputado disse que ainda está tudo em aberto nas negociações.

Em seguida, o deputado federal Alexandre Frota respondeu com ironia a postagem de Eduardo Bolsonaro no Twitter.

Na reposta, Frota relatou que acha bom uma possível filiação de Datena, e espera que ele não desista como ele fez outras vezes. Ele ainda disse que a Corte toda estava montada e chamou Gil Carteiro de "reaça".

O deputado Eduardo Bolsonaro comentou logo em seguida a postagem de Frota. Na resposta, Eduardo disse que Frota se elegeu na carona de Bolsonaro. Eduardo ainda relatou que aceitou ser presidente do PSL em São Paulo para moralizar o partido e evitar caroneiros.

Frota rebateu, dizendo que existe filho caroneiro também, e comentou que em 2014 Eduardo não obteve nem 85 mil votos.

Em seguida, finalizou dizendo que vai pedir auditoria e querer saber quantas reuniões Eduardo Bolsonaro compareceu.

Em outras postagens no Twitter, Frota disse que não tem nada contra Datena, inclusive o apoia, e afirmou que foi atacado por apenas falar para ele não desistir, como fez em outras duas eleições.

Frota também relatou que não brigou com ninguém, só respondeu os fatos, e que Eduardo brigou sozinho.

Olavo de Carvalho

Desde que criticou a viagem de deputados do PSL a China, Frota vem discutindo com o escritor nas redes sociais.

Após a recente briga de Frota com Eduardo, Olavo [VIDEO]de Carvalho tuitou sobre Alexandre:

Frota rebateu:

Alexandre Frota é um ex-ator. Foi casado com a atriz Cláudia Raia (1986-1889). Fez parte de diversos programas na televisão brasileira e se integrou a indústria de filmes eróticos ao entrar para empresa Brasileirinhas, em 2004.

A partir de 2014, Frota deu uma guinada ao conservadorismo. Participou do movimento pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff, em 2016. Recentemente, elegeu-se deputado federal por São Paulo, tendo obtido mais de 150.000 votos.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!