Através do seu Twitter, nesta segunda-feira (16), a deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) demonstrou grande indignação com um vídeo postado pelo escritor Olavo de Carvalho. Ela lamentou a gravação feita no canal do YouTube do escritor e que foi divulgada neste domingo (15).

De acordo com Paschoal, ela defende que todas as pessoas possam se expressar livremente sobre quaisquer assuntos. No entanto, disse que viu o vídeo de Olavo com uma profunda tristeza.

Segundo ela, o escritor ganhou vários adeptos e seguidores por ter sido um dos precursores em denunciar o "Imbecil Coletivo do PT". Entretanto, segundo ela, ele acabou quase criando um "Imbecil Coletivo" a sua volta e agora prega "um Imbecil Coletivo Bolsonarista".

Paschoal falou que não iria criticar, apenas deixar o seu profundo lamento com essa gravação feita pelo escritor. Ela ainda terminou a postagem com o seguintes dizeres: "Olavo de Carvalho acabou ontem".

Vídeo de Olavo

No vídeo, Olavo de Carvalho afirmou que fez a gravação diante de tantas pessoas que o perguntavam sobre o que ele achava da situação política do país.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Jair Bolsonaro Curiosidades

O escritor se mostrou contrário à CPI da Lava Toga, que busca investigar atos de ministros de Cortes superiores, e afirmou que o problema do Brasil não é a corrupção e, sim, o Foro de São Paulo.

Segundo Olavo, os atos de Jair Bolsonaro não devem ser questionados e todos devem apoiar o presidente: "vocês tem que apoiar o chefe".

CPI da Lava Toga

A base bolsonarista, conforme informou a Folha de S.Paulo nesta segunda-feira (16), está dividida em relação à CPI da Lava Toga.

Vários apoiadores do presidente querem a CPI, para que ministros sejam investigados, e uma convocação para uma manifestação no dia 25 deste mês está sendo divulgada nas redes sociais.

No entanto, nos bastidores, Flávio e Eduardo Bolsonaro, filhos do presidente, trabalham com a ideia de que essa não e a melhor opção no momento.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, tem dito, segundo seus aliados, que instalar uma CPI agora poderia causar um atrito grande entre os Poderes.

Segundo ele, haverá uma crise no país com tudo isso. Por isso, que vários aliados do Governo pedem que sejam retiradas as assinaturas.

Em uma entrevista à Folha de S.Paulo, Gilmar Mendes se irritou com essa CPI da Lava Toga e disse que, se isso for para frente, o STF iria trancá-la, já que, segundo ele, essas investigações contra o Supremo são inconstitucionais. Para Mendes, essa CPI não vai alcançar nenhum resultado.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo