O apresentador e escritor Jô Soares escreveu uma carta aberta neste último domingo (10) ao presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL). O documento foi publicado no jornal Folha de S.Paulo. Desta vez, Jô se utilizou de um vídeo usado por Bolsonaro para poder escrever seu texto.

O humorista aproveitou o momento para debochar do vídeo que foi publicado pelo presidente há cerca de duas semanas, através de suas contas nas redes sociais. O vídeo seria para Bolsonaro se comparar a um leão perseguido por hienas.

Em seu texto, Jô se diz concordar com a comparação feita por Bolsonaro, no qual chegou a direcionar o pensamento ao presidente dizendo que ele é sim um leão, o “rei dos Animais”.

Cartas de Jô Soares ao presidente Bolsonaro

Em julho deste ano Jô já havia dedicado um texto satírico ao presidente. Na ocasião, ele falava em um francês “abrasileirado”, e a carta fazia duras críticas à indicação de Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente e deputado federal por São Paulo, para se tornar embaixador do Brasil nos Estados Unidos.

Já neste texto mais atual, ele inicia fazendo uso de uma frase em latim do escritor e senador romano Cícero. A frase pode ser traduzida em como "Quão longe você vai abusar da nossa paciência?".

Entre as diversas críticas feitas ao presidente ao longo do texto, Jô aproveita para ressaltar a respeito da coincidência de um dos suspeitos de matar a vereadora Marielle Franco e seu motorista Anderson Gomes morar no mesmo condomínio onde o presidente tem casa.

Mesmo que Jô tenha citado vários momentos comprometedores do presidente, ele continuou sua carta com o foco central: o vídeo que foi divulgado por Bolsonaro, no qual ele se comportava como se fosse um leão e estaria sendo perseguido por hienas, que podem ser os seus opositores.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Famosos Jair Bolsonaro

O vídeo foi publicado pelo presidente no dia 22 de outubro. As hienas que Bolsonaro citava em seu vídeo polêmico foram classificadas como sendo órgãos que tentavam prejudicar o seu governo, além do próprio STF e também o próprio partido do presidente, o PSL. Depois de toda a repercussão que o vídeo causou em função das comparações feitas por Bolsonaro, ele acabou apagando-o de sua página, e, em seguida, fez uma retratação pela publicação.

No texto de Jô, ele ainda ironizou todo o fato, fazendo uma comparação dizendo que ele chegou até mesmo a pensar que a figura de Mogli, o Menino Lobo, que foi criado na selva e teve que enfrentar diversos perigos encontrados na salva em sua vida, seria algo que poderia ser mais adequado à figura do presidente.

Ao final do texto, Jô se lembra de um momento que foi decisivo para lhe esclarecer a situação, e conclui dizendo que Bolsonaro é um leão, sim, porque ele é o “rei dos animais”.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo