A política no Brasil está no foco dos noticiários desde a última semana, desde que o Secretário Nacional de Cultura do governo foi demitido pelo atual presidente do Brasil, Jair Bolsonaro. Desde então, surgiu a notícia de que Bolsonaro havia convidado a atriz Regina Duarte para assumir o cargo político na Secretaria com cargo vago. Regina ficou de pensar sobre o convite para entrar para a política e nesta segunda se encontrou pessoalmente com o Presidente do Brasil no Rio de Janeiro.

Após encontro da atriz Regina Duarte com Jair Bolsonaro, a Secretaria de Comunicação da Presidência lançou um comunicado dizendo que a atriz estará em Brasília na próxima quarta-feira (22), para que possa conhecer a Secretaria Nacional de Cultura do governo federal.

A atriz revelou apenas que estava 'noivando', se referindo ao convite para assumir o cargo político, não deixando claro se aceitou o cargo ou não.

Segundo informações da Revista Veja, após o comunicado lançado pela presidência do Brasil e da fala da atriz Regina Duarte, a Rede Globo de Televisão resolveu se manifestar sobre a possível ida da funcionária da emissora para assumir um cargo no governo. A Rede Globo disse em comunicado que a atriz possui contrato vigente com a emissora e que sabe, que caso opte por assumir a cadeira na Secretaria Nacional de Cultura do governo federal, deverá solicitar a suspensão do seu contrato de trabalho com a emissora.

A Rede Globo deixou claro que a atriz sabe que essa condição faz parte da política interna da empresa e que essa imposição de conduta é de conhecimento de todos os colaboradores da emissora.

A Globo não revelou até quando vai o contrato de trabalho com a atriz Regina Duarte.

Entenda como ocorreu o convite a Regina Duarte

Essa é a segunda vez que Regina Duarte recebe o convite para assumir a Secretaria Nacional de Cultura do Brasil, no começo do mandato do atual Presidente, ele havia convidado a atriz para assumir o cargo político, mas recusou o convite na época.

Regina é uma das famosas que sempre deixou bem claro o seu apoio ao governo Bolsonaro.

A aproximação entre Regina e o atual presidente começou no ano de 2018, durante a campanha política para a ocupação do maior cargo político do país, Na época, Regina Duarte realizou uma visita ao então candidato em sua casa, no Rio de Janeiro, e imagens do encontro foram compartilhadas nas redes sociais.

Assim que o atual presidente assumiu o mandato, Osmar Terra, responsável pelo Ministério da Cidadania, fez uma viagem até São Paulo para discutir com Regina algumas políticas que poderiam ser colocadas em práticas na área da cultura.

Quando recebeu o convite para assumir a secretaria na última sexta-feira, após Roberto Alvim ser demitido por usar em um discurso frases usadas pelo Joseph Goebbels, Regina disse que não se sentia preparada para assumir a posição política e disse que a gestão pública era uma questão complicada, ainda mais se tratando da pasta da cultura.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!