Ficou acertado que a atriz Regina Duarte irá passar por um período de testes na Secretaria de Cultura do governo. O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) convidou a atriz para ingressar em seu governo na sexta-feira (17), depois da exoneração de Roberto Alvim.

A atriz havia pedido um tempo para analisar a oferta do líder do Executivo. Ela reuniu-se nesta segunda-feira (20) com Bolsonaro e também com o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, em um local reservado do aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro.

Noivado

A atriz Regina Duarte, uma das mais importantes do Brasil, em seu auge na carreira ficou conhecida como a “namoradinha do Brasil”. Em mais uma mostra do quão alinhada está com Jair Bolsonaro, que gosta sempre de usar metáforas envolvendo relacionamentos amorosos, a atriz afirmou que após o encontro com o presidente, está “noivando” com o governo.

De acordo com um comunicado da Secretaria de Comunicação do governo, ela viajará para Brasília na próxima quarta-feira (22), e irá conhecer a estrutura da pasta que irá comandar.

O comunicado também classificou que a conversa entre o presidente Bolsonaro e a atriz foi produtiva.

Em sua conta no Twitter, o presidente da República fez coro com as declarações de Regina Duarte, ele classificou a conversa como excelente e afirmou que os dois iniciaram um noivado que “trará frutos ao país”.

Conversa olho no olho

Em seu Instagram, Regina Duarte postou que foi chamada pelo presidente para ter uma “conversa olho no olho” no mesmo dia em que no Rio de Janeiro é comemorado o feriado de São Sebastião, padroeiro da cidade.

Caso aceito o cargo, Regina encontrará pela frente uma difícil missão na Secretaria de Cultura. Roberto Alvim foi exonerado após divulgar vídeo em que emulava um discurso de Joseph Goebbels, o nazista que ocupou o cargo de ministro da propaganda de Adolf Hitler. Alvim ficou um pouco mais de dois meses no comando da pasta.

Vai doer no bolso

A atriz sofrerá uma queda considerável em seus rendimentos se realmente ingressar no governo Bolsonaro, atualmente seu salário fixo na Rede Globo é de R$ 60 mil, podendo chegar a R$ 120 mil quando ela está no ar, na Secretaria de Cultura, seu salário será de R$ 15.689,26.

Pacificadora

Mesmo afirmando que se trata de um período de testes, a artista já afirmou que tem planos para a cultura. Ela disse que quer que sua gestão seja pacificadora, que quer unir a classe artística com o governo. ela ainda afirmou que é apoiadora do governo Bolsonaro “desde sempre” e que defende a classe artística desde seus 14 anos.

Oposição

A indicação de Regina Duarte para o comando da Secretaria de Cultura recebeu várias críticas de artistas mais alinhados à esquerda, como por exemplo os atores: José de Abreu e Gregório Duvivier e o diretor Kleber Mendonça Filho, além da documentarista Debora Diniz, foram alguns nomes que se mostraram contrários à indicação da atriz.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!