Em reunião franca com a atriz Regina Duarte ocorrida na última segunda feira (20), o presidente do Brasil Jair Bolsonaro, após clara explicação das intenções do Governo, convidou a atriz para assumir a pasta especial da secretaria da Cultura.

A pasta foi vaga após o então chefe e ex-secretário ser exonerado do cargo. O dramaturgo Roberto Alvim, foi demitido na semana passada, justamente porque utilizou em um discurso referências nazistas.

A atriz agradeceu o convite, e com um alegre “vamobora” exclamou sua vontade de ajudar o Brasil a avançar nesse carente setor. O noivado como a própria atriz denominou teve início no feriado de São Sebastião na cidade do Rio de Janeiro.

Em uma famosa rede social Regina Duarte confirmou o convite recebido diretamente de Bolsonaro e se mostrou confiante e animada com o desempenho da nova função, caso aceite.

O Palácio do Planalto em nota afirmou que a atriz, confirmou ida a capital do Brasil nesta quarta-feira (22), onde conhecerá mais a fundo a estrutura da pasta, entretanto, o Planalto não afirmou que ela já aceitou assumir o compromisso.

Pessoas próximas e ligadas ao governo de Jair Bolsonaro afirmam que Regina Duarte aceitará o convite do Presidente brasileiro que está cumprindo agenda na cidade carioca.

Jair Bolsonaro se encontrou com outras autoridades politicas, entre elas o prefeito do Rio de Janeiro, Crivella, além de visitas as bases militares, onde em uma delas ocorreu a reunião com a atriz Regina Duarte.

Regina Duarte, em sua rede social, disse que nada acontece por acaso, e que após conversa “olho no olho” com o presidente está inclinada a aceitar o convite, inclusive exclamou um “vamobora” denotando sua clara intenção de aceitar o pedido presidencial, além de ressaltar que o fará com muito amor no coração.

Em seu retorno a capital do País, Bolsonaro, disse ter ficado noivo da atriz, em alusão a relação formada entre ambos.

A atriz Regina Duarte

Famosa atriz brasileira, Regina Duarte interpretou vários papeis importantes na dramaturgia brasileira, iniciando sua trajetória nos idos de 1965, na década de setenta, por papel na novela minha doce namorada, a atriz ganhou carinhosamente o apelido de namoradinha do Brasil.

Em seus mais de 50 anos de carreira, a atriz foi amplamente premiada por suas atuações, interpretou personagens marcantes.

Envolvimento com a política

Na campanha presidencial de 2002, Regina Duarte se manifestou em vídeo, onde ressaltava o seu medo em caso de vitória do presidenciável pelo partido dos Trabalhadores (PT), Luiz Inácio Lula da Silva, que acabou vencendo na ocasião a corrida política pela presidência do Brasil.

O sim de Regina Duarte divide opiniões entre os artistas

Assim que a notícia de que a atriz poderá ter papel importante no governo de Bolsonaro ao assumir a secretaria da Cultura se espalhou vários artistas e políticos se manifestaram, tanto a favor quanto contra o sim da global.

Nomes como José de Abreu, José Padilha, entre outros Famosos, se manifestaram contra o sim da atriz, criticando o governo de Bolsonaro, já Lima Duarte se mostrou contente em ver a colega aceitando a importante missão.

A rede globo, emissora de televisão a qual a atriz possuiu contrato, em nota ressaltou as políticas internas da emissora, inclusive ressaltando a necessidade de suspensão do contrato com a atriz, caso ela aceite assumir cargo político.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Governo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!