Na última quarta-feira (15), o presidente da República Jair Bolsonaro afirmou que as intenções dos Estados Unidos de dar prioridade ao Brasil na Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) são bastante positivas e consideradas por ele algo bem-vindo. Segundo o presidente, o Governo Federal estava trabalhando nisso há meses, mas de uma forma privada.

Ainda durante essa ocasião, Jair Bolsonaro afirmou que chegou a conversar com Paulo Guedes, ministro da Economia, sobre esse tópico.

Entretanto, não quis precisar um prazo para que o Brasil ingresse na organização.

De acordo com ele, existe mais de 100 requisitos que precisam ser cumpridos antes que isso ocorra, e o governo está bastante adiantado nesse ponto. Na ocasião, Bolsonaro ainda citou que o país já saiu à frente da Argentina, mas que ainda não é possível comentar sobre datas, e explicou que a entrada não depende somente de Donald Trump, o presidente dos Estados Unidos, mas sim de outros países.

Na última terça-feira (14), a Embaixada dos Estados Unidos em Brasília, e também um porta-voz dos EUA, chegaram a pontuar que o país deseja que o Brasil seja o próximo a entrar na OCDE.

De acordo com fontes do jornal Estadão e da Broadcast, esse posicionamento se tornará formal nesta quinta-feira, durante uma reunião do Conselho do órgão, que acontecerá em Paris e também contará com a presença dos demais países que já são membros.

Bolsonaro não quis comentar mais detalhes

Jair Bolsonaro não quis fornecer maiores detalhes sobre o tratamento da questão, e não comentou se estava conversando sobre o assunto diretamente com Donald Trump.

De acordo com o presidente da República, todas as conversas que tem com outros chefes de Estado devem ser mantidas como privadas.

Ainda nessa ocasião, Bolsonaro chegou a dizer que a intenção dos Estados Unidos demonstra que os demais países estão conseguindo recuperar a confiança que haviam perdido no Brasil e, de acordo com isso, isso se deve ao fato de que a sua gestão está mostrando que o país é viável.

Tais afirmações foram feitas pela manhã, na frente do Palácio da Alvorada, ocasião em que o presidente sempre conversa com a imprensa. Além de comentar sobre a entrada do Brasil na OCDE, Jair Bolsonaro ainda tirou foto com alguns apoiadores que esperavam por ele do lado de fora do Palácio.

Após a reunião que acontecerá nessa quinta-feira, maiores detalhes sobre a entrada do Brasil na organização citada devem ser revelados. Entretanto, até o presente momento ainda não foram divulgados outros pontos relativos a isso ou mesmo ao cumprimento dos requisitos citados por Jair Bolsonaro durante a sua coletiva de imprensa.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!