A jornalista Rachel Sheherazade tem aproveitado o seu espaço nas redes sociais para fazer as críticas que normalmente não encontra espaço para fazer no SBT. Assim, nos espaços citados, Sheherazade acaba fazendo críticas ligadas à política e falando o que pensa a respeito da situação do Brasil. Os fatores destacados fazem com que, constantemente, a jornalista seja alvo de ataques bastante pesados.

Nesse sentido, é possível destacar que ainda na manhã da última quinta-feira (27), Rachel usou as suas redes para refletir a respeito dos ataques direcionados aos jornalistas por parte do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Na ocasião, ela chegou a contar para os seus seguidores que recebeu até mesmo ameaças de morte após começar a fazer comentários de teor negativo a respeito da gestão de Bolsonaro.

Durante uma série de tweets, Sheherazade afirmou que toda a violência sofrida por suas colegas de profissão nos últimos dias é algo do qual ela também está sendo vítima. Na sequência, a jornalista revelou que já foi alvo de coisas como campanhas difamatórias e ataques massivos.

Além disso, Rachel ainda afirmou que chegou a receber ameaças até mesmo para os seus filhos, de forma que isso acabou por se tornar uma parte do seu cotidiano desde a primeira crítica que fez a Jair Bolsonaro, ainda no ano de 2018, ocasião em que aconteceu a greve de caminhoneiros.

Rachel Sheherazade dá mais detalhes sobre ataques

Ainda durante a sua postagem no Twitter, a jornalista chegou a dizer que não tem como saber exatamente se a origem desses ataques é o próprio Bolsonaro.

Entretanto, Rachel Sheherazade afirmou que não descarta por completo essa possibilidade, visto que o presidente da República está se beneficiando desse tipo de ataque contra jornalistas. Além disso, toda essa onda de ódio tem sido favorável para fazer com que os apoiadores de Bolsonaro cheguem ao ponto de discutir a respeito da liberdade de imprensa enquanto algo que seria maléfico.

Após fazer essas afirmações, Sheharazade ainda chegou a questionar sobre a divulgação de informações e o que aconteceria caso todos os jornalistas simplesmente decidissem parar de exercer a sua função. Ao falar sobre isso, Rachel afirmou que quando todos os jornalistas estiverem devidamente silenciados, não haverá ninguém para dar informação.

Na sequência, ela questionou quem seria o responsável por fazer esse papel, se seria o próprio Governo e seguiu fazendo outros questionamentos a respeito de como a informação seria veiculada e quem seriam os seus detentores.

Ainda durante a postagem, Rachel Sheherazade chegou a afirmar que a censura pode acabar por se tornar uma regra diante desse cenário.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!