Aqueles que se cadastraram para receber o auxílio emergencial que será concedido pelo Governo federal e ainda não recebeu o pagamento pode demorar para ser contemplado com o benefício. A demora se dá pelo fato da Dataprev ter recebido da Caixa Econômica Federal as inscrições que foram concluídas entre os dias 11 e 17 de abril apenas no sábado (18). As previsões do governo é que as análises sejam realizadas e encaminhadas novamente para o banco até a noite de sexta-feira (23). Após a realização dos procedimentos, será necessário três dias úteis para processar o crédito.

Assim, a previsão, infelizmente, é que os cidadãos terão o dinheiro apenas na próxima quarta-feira (29).

Muitas pessoas manifestam sua ansiedade para o recebimento do valor, afinal, milhões de brasileiros estão sendo impedidos de trabalhar e as contas do mês estão chegando em suas casas.

Mika Matsuaka, representante de bebida de 53 anos, se vê apreensiva para o recebimento dos R$ 600, pois o comércio, no momento, está fechado, não conseguindo realizar suas vendas.

De acordo com Mika, em entrevista ao jornal Extra, no momento ela está usando o dinheiro que havia sobrado do mês anterior, apenas comprando os alimentos necessários. A comerciante ainda afirma que não pôde pagar a luz e o condomínio, necessitando ainda que trancasse a faculdade que estava cursando.

De acordo com a Caixa Econômica Federal, após preencher o formulário e realizar o cadastro, a pessoa deverá ficar no aguardo do resultado que será efetuado pela Dataprev, empresa do governo feral que está responsável pela verificação se o trabalhador está cumprindo ou não as exigências que foram expostas na Lei 13.982, de 2 de abril de 2020 para o recebimento do benefício.

Como será o pagamento

Caso a família esteja enquadrada como beneficiária do Bolsa Família, receberá o auxílio emergencial os membros elegíveis da família, respeitando o limite de até dois benefícios. O valor será concedido por crédito em conta de banco ou então pelo cartão do programa.

Caso o cidadão esteja inscrito no CadÚnico, cumprindo os requisitos necessários para o recebimento mas, no entanto, não for beneficiário do Bolsa Família, o pagamento será realizado da seguinte maneira: Depósito no Banco do Brasil, credito na poupança da Caixa ou, então, será aberto automaticamente uma conta poupança digital na Caixa Econômica Federal.

Este último caso será para a parte da população que não possui conta nos bancos.

Saque em dinheiro

O recebimento do auxílio emergencial deverá seguir um calendário, evitando, assim, possíveis aglomerações nas lotéricas e agências ao redor do Brasil. O saque será realizado de forma escalonada, de acordo com o mês de aniversário de cada beneficiário:

27 de abril de 20

Nascidos nos meses de janeiro e fevereiro

28 de abril

Nascidos nos meses de março e abril

29 de abril

Nascidos nos meses de maio e junho

30 de abril

Nascidos nos meses de julho e agosto

4 de maio

Nascidos nos meses de setembro e outubro

5 de maio

Nascidos nos meses de novembro e dezembro

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Política
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!