Nesta última quarta-feira (8), após uma reunião que aconteceu entre o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e o presidente Jair Bolsonaro, Mandetta declarou que reconhece que eles passaram por algumas "dificuldades internas" no Governo em relação à crise que o ministro tem lidado no momento, devido ao coronavírus.

Na mesma declaração, Mandetta chegou a falar que ele possui "total tranquilidade" para poder tomar as medidas que são necessárias para combater o coronavírus no Brasil.

Por mais que o ministro tenha deixado claro que ele tem autonomia para poder tomar as decisões necessárias, ele considera que o presidente Jair Bolsonaro é o "comandante do time".

Reunião entre Bolsonaro e Mandetta

A reunião aconteceu na manhã desta quarta-feira no Palácio do Planalto, depois de dias de tensão. Isso porque Bolsonaro, ao que tudo indicava, havia cogitado demitir o ministro da Saúde, e a situação gerou um momento de tensão, tanto para as pessoas relacionadas com o governo, quanto para a população brasileira que vem acompanhando de perto o trabalho executado pelo Ministério da Saúde para combater a crise da covid-19.

O ministro Mandetta declarou já algumas vezes que acredita que, para conseguir combater o coronavírus, o essencial agora é manter o isolamento amplo, que vem sendo adotado por vários governadores do Brasil e líderes do mundo todo.

A recomendação é que as pessoas permaneçam em suas casas, para evitar que ocorra o contágio e a transmissão da doença.

Bolsonaro, no entanto, acredita que o método valorizado pelo Ministro da Saúde está paralisando a economia do país e tem prejudicado nesta questão.

Devido a isso, o presidente declarou que, para o combate da doença, ele defende que seja feita a reabertura de comércio e escolas. Os dois também não concordaram em relação ao uso da substância cloroquina para que seja feito o tratamento dos doentes.

O ministro da Saúde deu uma declaração na qual se dirigiu às pessoas que ele considera que, no momento estão com os ânimos exaltados, devido à crise atual do país, em meio ao momento em que é apresentado o boletim epidemiológico da pandemia do coronavírus.

O momento aconteceu no Palácio do Planalto e o ministro afirmou que agora está tudo bem e que eles estão conferindo o para-brisa, e que ‘nessa estrada’ ainda terão muitos dias duros para se enfrentar.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Política
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!