O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) têm sido amplamente criticado, desde o começo da crise mundial causada pelo novo coronavírus, devido às suas opiniões e colocações polêmicas sobre a doença. Nos últimos dias, o presidente do Brasil falou sobre a vacina contra o vírus, que já começou a ser aplicada em alguns países do mundo, e o que disse tem gerado manifestações nas redes sociais.

Pedro Bial critica falas de Jair Bolsonaro

O apresentador Pedro Bial, 62 anos, usou o começo do seu programa "Conversa com Bial", da madrugada desta quinta-feira (17), para expor a sua opinião sobre as atitudes de Bolsonaro sobre a pandemia do novo coronavírus.

O apresentador começou seu programa e, antes mesmo de apresentar os convidados do dia, disse que na pandemia deste ano de 2020 o Brasil se destacou e que era difícil encontrar no mundo todo um desgoverno que se comparasse ao nosso.

Pedro Bial disse que desde o início nosso desgovernante negou a gravidade da crise, inventou remédios falsamente milagrosos, deu os piores exemplos, sem noção e sem usar máscara, causou aglomerações e sabotou ministros da Saúde e da Educação. Sem citar o nome do presidente, chamando-o de inominado, Bial disse que o governante contribuiu para a morte de mais pessoas de coronavírus

Sobre a fala de Bolsonaro em relação à vacina

O apresentador seguiu seu discurso e disse que o presidente agora havia se superado, e delirante, desprezado a única solução para o vírus, que é a vacina.

Bial disse que isso não era o pior e relembrou uma fala de Bolsonaro: "Como disse o próprio acéfalo que hoje ocupa o Palácio do Planalto, morrer todo mundo vai morrer mesmo”.

Para Bial, o pior é para a geração de crianças e adolescentes que estão enfrentando a Covid-19 e que ficará marcada para sempre. Ele relembrou a reabertura dos comércios, em nome da economia e lamentou que a questão de reabrir as escolas sejam o último tema da fila, não sendo sequer mencionado.

Pedro questionou as consequências físicas e mentais para essas crianças e adolescentes que estão há um ano longe das escolas e sobre a volta das atividades escolares, na rede pública, apenas em 2021. Após a sua opinião sobre o assunto, o apresentador recebeu como convidados para um bate-papo Claudia Costin, diretora do Centro de Excelência e Inovação em Políticas Sociais da FGV, e Daniel Becker, pediatra que faz parte da UFRJ.

Reação nas redes sociais

Como não poderia deixar de ser, a posição de Pedro Bial gerou diversas reações nas redes sociais. Na manhã desta quinta, o apresentador postou um vídeo em seu perfil e na legenda, usando hashtag, disse que lugar de criança é na escola.

Muitos seguidores aproveitaram a publicação para comentarem a opinião do artista colocada no começo do seu programa. Alguns seguidores apoiaram Pedro Bial e o que disse, uma delas elogiou a abertura do programa e falou que ele representa o Brasil e que sempre realiza posicionamentos coerentes e assertivos. Outra internauta escreveu: "Sua fala foi perfeita Bial. Como pode um presidente ignorar o mundo? Será que ele não percebe que o pensamento dele é contrário do mundo todo?"

Assim como o apresentador e jornalista teve apoio de muitos seguidores, outros tantos fizeram questão de criticar o famoso e defender o presidente Jair Bolsonaro.

Uma seguidora disse que sempre admirou o apresentador pela sua inteligência, mas que havia se decepcionado ao ver o artista desrespeitar o homem que foi escolhido pelo povo para representar o Brasil.

Outra internauta escreveu que era chato o apresentador fazer um texto para atacar o presidente e que era preciso respeitar a opinião alheia, mesmo sem concordar.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!