Um homem de 54 anos de idade foi preso preventivamente pela Polícia Civil em São Leopoldo (RS), nesta terça-feira (19), por suspeita de ter abusado de pelo menos três meninas de 7 anos de idade cada. Segundo o delegado responsável, a polícia tomou conhecimento do caso após os pais das jovens terem ido até a delegacia para realizar a denúncia contra ele. Após a denúncia formalizada, os agentes foram ao encontro do homem, que foi localizado no interior de um mercado na avenida Thomaz Edison, no bairro Scharlau.

Publicidade
Publicidade

Ainda segundo o delegado da 2ª (DP) da região, Rodrigo Zucco, as três vítimas mencionadas no caso seriam afilhadas do suspeito, que não possui nenhuma passagem pela polícia e trabalha como consultor de vendas.

Familiares relataram na delegacia que o homem chegou a confirmar os abusos praticados contra elas e que chegou a se apaixonar por uma das meninas. Segundo o delegado, porém, na presença dos agentes o homem preferiu só se manifestar em juízo.

Segundo a polícia, todas as jovens irão realizar exames periciais, e, ainda de acordo com os agentes, o homem também é suspeito de ter praticado o mesmo tipo de crime contra uma quarta vítima.

Segundo informações, o homem se aproveitava da proximidade que tinha com a família das vítimas e cometia os abusos contra as crianças em momentos de distração dos pais na própria casa das jovens em ocasiões familiares como churrascos e festejos.

O pai de uma das vítimas chegou a mencionar que nunca suspeitou que os abusos contra sua filha teriam ocorrido, até que a sogra, que é cunhada do preso, ficasse sabendo do que havia ocorrido com a jovem.

Publicidade

“Para nós, ele sempre foi uma pessoa correta e muito boa, eu nunca imaginaria que ele iria fazer uma coisa dessas”, disse. “Ele conseguiu enganar a todos”, completou o pai da jovem.

Supeito é levado para penitenciária

O homem foi preso e encaminhado para uma penitenciária da região e seguirá em uma cela separada dos outros presos. Ainda segundo a polícia, demais informações e denúncias que poderão ajudar na investigação poderão ser realizadas na delegacia de polícia, que fica situada na avenida Coronel Atalíbio Taurino de Rezende, 829, ou também pelo telefone 3568-2455.

Leia tudo