O mundo digital está presente na vida de muitas crianças e jovens. Quase tudo que é feito no "real" tem uma contrapartida nos bits e bytes. Alguns números comprovam essa tendência. A pesquisa Tic Kids Online Brasil 2018 foi feita ano passado e divulgada terça-feira (17) pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br). Alguns dados dessa faixa etária que usa a internet:

- 86% das crianças e adolescentes brasileiros com idade entre 9 a 17 anos são usuários da internet (24,3 milhões de conectados)

- 93% acessam por dispositivo móvel

- 53% tem o celular como único dispositivo de acesso

- 90% estão em áreas urbanas; 68% em zona rural

- 98% são da classe A/B; 73% da D/E

- 83% das crianças e adolescentes usuários de Internet assistem a vídeos, programas, filmes ou séries online

- 77% usam para enviar mensagens instantâneas

- 82% escutam música online

- 60% jogam na Internet sem conexão com outros jogadores

- 55% jogam conectados com outros jogadores.

- 74% pesquisam na internet para fazer trabalhos escolares

- 53% leem ou assistem notícias

- 72% usam WhatsApp / 23% Facebook / 14% Instagram

- 32% de aumento em assistir programas em aparelhos de TV (em 2014 eram apenas 7%)

A pesquisa revela que tem muitas crianças conectadas à internet. Mas cerca de 3,8 milhões de crianças não acessavam a internet ano passado.

Para Alexandre Barbosa, gerente do Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br), diz que agora, diferentemente do que acontecia com as mídias tradicionais, "não há dias e horários predeterminados para esse fim".

Isso significa uma mudança importante nas estratégias mercadológicas das empresas na divulgação de seus produtos e serviços para essa faixa etária.

Do ponto de vista educacional, é uma virada importante na forma como os estudantes coletam informações. Na parte social, é uma nova maneira de interagir com pessoas. Estamos num mundo novo e todo nosso comportamento está mudando. Têm aspectos positivos e negativos nesse processo.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Educação Tecnologia

O que importa, quando falamos de crianças e adolescentes, é oferecermos acesso digital a eles, mas também temos que ensiná-los a ter discernimento, e o mais importante e difícil: devemos criar formas de monitorar o que estão fazendo por lá, que tipo de conteúdo estão consumindo.

Em sua sétima edição, a pesquisa TIC Kids Online Brasil entrevistou 2.964 crianças e adolescentes com idades entre 9 e 17 anos, bem como seus pais ou responsáveis, em todo o território nacional.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo