A tecnologia é uma grande aliada para crianças e adolescentes em seus trabalhos escolares que são realizadas em casa. Há alguns anos, os recursos disponíveis eram apenas livros. Agora, existe uma infinidade de possibilidades, com softwares, vídeos e acesso à internet em computadores, tablets e smartphones.

Pesquisa Tic Kids Online 2017, divulgada pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), mostra que 76% das crianças e adolescentes brasileiros de 9 a 17 anos utilizam a internet para pesquisa de conteúdos escolares.

Entretanto, tudo é uma questão de dosar o tempo certo, conciliando lazer, convívio com os pais, brinquedos lúdicos, livros e também Tecnologia para que não haja um certo vício e stress no consumo excessivo dos dispositivos.

A tecnologia também pode ser lúdica e prazerosa, além de um recurso que ajuda a melhorar pesquisas do ponto de vista quantitativo e qualitativo. O segredo é utilizar ferramentas alternativas para tornar o estudo mais dinâmico, sempre pensando no bem-estar e necessidade de cada um dos usuários.

Aí entra o papel dos professores e pais na escolha, do que pode ser melhor e mais adequado. Existem hoje uma infinidade de formatos, como vídeos online, apostilas impressas gratuitas, plataformas digitais ou aplicativos, com métodos mais baratos para estudantes que muitas vezes não têm recursos para imprimir materiais pedagógicos. E sem contar com os canais no YouTube e sites educativos que reforçam e estimulam o aprendizado.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Educação Tecnologia

Trilha do conhecimento

Algumas opções para aprender de forma rápida, objetiva e divertida:

1) Aplicativos educacionais

Muitas escolas hoje oferecem aplicativos para que seus alunos acessem um número maior de conteúdo do que disponível nos materiais didáticos tradicionais.

Existem muitas opções e diversas startups se dedicam a esses produtos. Os professores podem assim organizar aulas, enviar conteúdo, avaliações e complementos, como arquivos em PDF, vídeos, links externos e outras opções para complementar o conteúdo.

Existem opções para baixar e encadernar apostilas e até buscar estágio eletronicamente. Outros aplicativos também colaboram nos aprendizados. É necessário aproveitar o gosto dos jovens e crianças por smartphones e aliar isso à Educação.

Segundo o estudo KPCB Internet Trends 2015 – Code Conference, 78% dos Millennials (geração com idade até 35 anos) gastam mais de duas horas todos os dias usando o smartphone.

Isso pode ser bom ou ruim, dependendo da faixa etária e dos limites estabelecidos.

2) Vídeos online

A internet disponibiliza centenas de bons vídeos educacionais online. Para separar o joio do trigo e descobrir o que é realmente relevante, os pais ou professores precisam conhecê-los para orientar seus filhos e alunos para que tenham acesso a conteúdo impactante e relevante.

3) Jogos educacionais

Jogos são uma das principais atividades de crianças e jovens quando se deparam com a tecnologia.

Por sorte existem opções de jogos eletrônicos educativos, que estimulam o cérebro, a memória e a capacidade de aprendizagem.

4) Plataformas, sites e portais

Sites de museus, de pesquisas e de diversos assuntos educacionais são valiosos aliados ao ensino. Pode complementar o conhecimento em sala de aula ampliando horizontes que se adaptam ao gosto do estudante. A maioria desses acessos são gratuitos, facilitando a ampliação do gosto pelo conhecimento.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo