Nesta segunda-feira (07), a Polícia do Rio de Janeiro intimou Petrix Barbosa, participante do "Big Brother Brasil 20" (BBB 20) para prestar esclarecimentos na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam). Tal intimação chegou aos estúdios do Projac na rede Globo de TV.

De acordo com a delegada, Juliana Emerique, o ginasta e atual participante do "BBB20" deve explicações por supostos casos de assédio ocorrido dentro do programa. O depoimento está marcado para a próxima sexta-feira (07), na cidade de Jacarepaguá, RJ.

O portal de notícias do G1 entrou em contato com a assessoria de imprensa do ginasta, mas não houve qualquer pronunciamento sobre a intimação.

No último domingo (02), a assessoria de Petrix mandou uma nota referente ao caso de suposto assédio. Em nota diz que diante das imputações caluniosas a Petrix Barbosa seus advogados estão atuando para acompanhar e responsabilizar todos os envolvidos na disseminação da possível calúnia através dos meios de comunicação.

Três supostas acusações de assédio contra Petrix

Desde que o "Big Brother Brasil 20" iniciou os internautas afirmaram que o participante Petrix Barbosa foi flagrado por três vezes em situações que demonstram suposto assédio contra duas participantes. Em uma das situações, os internautas afirmaram que a participante Bianca Andrade, blogueira conhecida como Boca Rosa, teria sido vítima de afago e mão boba, mas, nesse caso ela inocentou Petrix durante uma conversa com a produção do programa, alegando que não se lembrava do ocorrido.

A outra participante apontada foi Flayslane que ao final de uma das festas que aconteceram na casa sentou-se no chão bêbada e Petrix apareceu esfregando suas partes íntimas na cabeça da moça.

OAB repudia atitudes dos homens no 'BBB20'

A nova edição do "BBB20" tem provocado repúdio e oposição nas redes sociais pelo comportamento masculino no programa em relação ao trato com as mulheres.

Mas, não é só as redes sociais que tem se posicionado contra os atos masculinos. A diretoria feminina da OAB -RJ, também, deixou clara sua posição frente ao reality.

A diretoria de mulheres da OAB no Rio de Janeiro escreveu uma carta de repúdio e divulgou nos meios de comunicação. A forma de tratamento dado às mulheres no reality não tem sido bem vista, isso porque duas participantes tem supostamente sofrido assédio (toques, abraços e movimentos indevidos) por parte de Petrix.

Em nota, a entidade salientou que esse comportamento é extremamente preocupante e destacou que veicular tais imagens em rede nacional como se fossem naturais é repudiante. O texto foi assinado pela diretora de Mulheres da OABRJ, Marisa Gaudio, e pela presidente da Comissão OAB Mulher, Rebeca Servaes.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Fofocas
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!