Na última segunda-feira (28), o jornalista Luís Ernesto Lacombe fez a sua estreia no programa “Opiniao no Ar”, na RedeTV!. O programa foi anunciado como sendo um lugar livre para opiniões a respeito dos principais fatos do dia.

De acordo com o que foi divulgado, o programa seria "sem militância e com embasamento". O apresentador, debatedor e convidados do programa contavam com o espaço para poderem falar livremente a respeito do que bem entendiam.

Única mulher presente no programa é interrompida

No entanto, Amanda Klein, a única Mulher que estava presente no momento do programa, teve uma liberdade bastante reduzida ao que tudo indica em relação aos outros que participavam do programa.

Isso porque a jornalista foi interrompida, além de silenciada, e teve o seus argumentos, ao longo do debate, invalidados por cerca de 27 vezes durante toda a duração do programa, segundo contabilizou o site Notícias da TV.

A jornalista é uma das debatedoras fixas do programa, ao lado de Silvio Nvarro, ex-Jovem Pan. Logo na estreia, o time conversou com o clínico geral Roberto Zaballos, com o psiquiatra Ítalo Marsill e com Sikêra Jr, que faz parte do quadro de apresentadores da emissora, sendo, inclusive, um dos maiores sucessos.

Ao longo do programa foram tratados temas diversos, como o uso de máscaras, as mortes que foram causadas por Covid-19 até o momento e até mesmo foi citado o tem a respeito do politicamente correto.

Ao longo do programa, ao fazer o seu trabalho, Amanda Klein trouxe dados de pesquisas que foram feitas para garantir que o debate em questão contaria com informações mais técnicas. No entanto, ela foi interrompida em suas falas em diversos momentos.

Para conseguir completar suas falas, ou formular pensamentos, a jornalista precisou ignorar os seus colegas de programa e passar por cima deles com seu discurso.

Um fato curioso a respeito das interrupções sofridas pela jornalista é que, no fim das contas, quem mais a impediu de falar foi Navarro, e não Lacombe.

Na conversa, Navarro se mostrou o mais afobado entre os convidados, e interrompeu Amanda em vários momentos distintos. Além, é claro, dos deboches que foram feitos pelo mesmo a respeito dos dados usados pela jornalista ao longo do debate travado por eles no programa da RedeTV!.

Em um determinado momento, Navarro chegou até mesmo a tentar ‘traduzir’ uma pergunta que foi feita de uma forma perfeita pela jornalista ao psiquiatra Ítalo Marsili, invalidando o questionamento da jornalista.

Lacombe, no entanto, não ficou muito atrás, e também interrompeu jornalista bastante, por cerca de sete vezes ele foi o responsável por não deixar que Amanda concluísse seus posicionamentos ao longo do debate.

Em um determinado momento ele chegou até mesmo silenciar Klein, quando ela apresentava o numero de mortos por Covid-19 no país ate o momento, para dar voz a Navarro, que queria apenas evidenciar que não acreditava nos dados que foram divulgados.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Siga a página Mulher
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!