Ricardo Boechat morreu na última segunda-feira (11), vítima de um trágico acidente aéreo. O jornalista, que apresentava o "Jornal da Band" fazia a linha de não ter "papas na língua" e era muito duro com seus desafetos. Durante a carreira, acabou fazendo vários amigos que o reverenciavam, mas também teve alguns processos na Justiça por conta de suas posições consideradas radicais por alguns. Em especial, uma briga com Silas Malafaia acabou vindo à tona nesta terça (12), um dia depois da tragédia aérea.

É que em 2015, o jornalista e o religioso chegaram a ter uma discussão virtual por conta de posicionamentos em relação a intolerância religiosa. Boechat criticou a agressão que foi sofrida por uma menina de apenas 11 anos, justamente por conta da intolerância. Malafaia não deixou barato e retrucou o jornalista, via Twitter, dizendo que ele estaria falando asneira. "Avisa ao jornalista Boechat, que está falando asneira", disse o religioso.

Malafaia ainda continuou dizendo que Boechat afirmava que os pastores induziam fieis a praticarem a falta de tolerância em relação a outras crenças. Malafaia ainda desafiou o colega para um debate ao vivo e disparou: "verdadeiro idiota".

Briga de Boechat e Silas Malafaia aconteceu em 2015

O pastor já era conhecido por falar o que pensa na internet. Já Boechat falava tudo que pensava no rádio. O confronto de ideias e de personalidades fortes acabou gerando uma grande encrenca pública.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Fofocas

Ao ser desafiado por Silas Malafaia, ele mandou ao vivo na rádio: “Ô Malafaia, vai procurar uma rol*, vai". Boechat ainda pediu que ele não "enchesse o saco" e retribuiu o "idiota" dito pelo religioso. Sobre o motivo da briga, ele também não voltou atrás e continuou afirmando que as igrejas neopentecostais estariam incitando a intolerância.

Também chamou o religioso desafeto de homofóbico e figura execrável.

Adeptos de Malafaia 'comemoram' morte de Boechat

No Twitter, alguns evangélicos adeptos de Malafaia usaram as redes para afirmar que a morte do jornalista teria sido algo como "castigo divino" e chegaram a comemorar a situação. O site Quebrando Tabu fez um apanhado de alguns tuítes que faziam referência à morte de Boechat associando à briga com o religioso evangélico.

Por outro lado, Malafaia repreendeu os seguidores que associaram a briga e a morte.

“Não trabalho com um Deus que se vinga porque alguém me xingou", disse Malafaia.

Veja o apanhado de tuítes sobre o assunto.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo