Thammy Miranda (PP), que segue como suplente ao cargo de vereador pela cidade de São Paulo, esteve prestes a assumir uma cadeira na Câmara, mas devido a uma reviravolta, seu mandato ainda não teve início. O famoso, que assumiria a vaga de Camilo Cristófaro (PSB), participou de uma sessão na Câmara Municipal de São Paulo e acabou sendo tratado no feminino pelo político, o que causou revolta em Gretchen, que usou as redes sociais para falar sobre o desrespeito que o filho teria sofrido.

Gretchen saiu em defesa de Thammy

Após sessão na Câmara, Gretchen se pronunciou a respeito do tratamento que Thammy teve da parte de Camilo Cristófaro.

Publicidade

Em seu Instagram, na última sexta-feira (22), a artista se mostrou incomodada após o filho ter sido tratado no feminino pelo vereador: "Você foi humilhado e desrespeitado por aquele político", escreveu a cantora, afirmando que Camilo não quis respeitar a condição de seu filho.

Gretchen ainda escreveu em sua publicação que Thammy estaria sentindo na pele o preconceito e a discriminação por ser transexual. Em defesa do filho, a "rainha do rebolado" fez questão de deixar seu recado para o vereado dizendo que Thammy tem mãe e família. "Respeito é a palavra da vez. Está dito", finalizou a artista.

'A Thammy, filha da Maria Odete', discursou Camilo Cristófaro

Tudo estava encaminhado para que Thammy Miranda assumisse a vaga de vereador que seria deixada por Camilo Cristófaro após acusações de captação ilícita de recursos financeiros durante as eleições de 2016 caírem sobre o político do PSB.

Com 12.408 votos, assumiria a cadeira como suplente, porém por decisão do Tribunal Superior Eleitoral Camilo acabou tendo seu cargo reiterado na sessão que nomearia Thammy como vereador pela cidade de São Paulo.

Publicidade

Com a palavra, Camilo Cristófaro discursou e falou sobre Thammy, dirigindo-se a ele no feminino por diversas vezes. "Cumprimentar a Thammy, quem eu vi nascer. Filha da Maria Odete, amiga do colégio Regina Mundi, da minha irmã... Filha, na época, da minha amiga amiga Maria Odete, quando fui visitá-la na Aclimação", disse o vereador.

Com a palavra, Thammy disse não ter ido à câmara para causar polêmica, tampouco constrangimento nos presentes. Segundo o filho de Gretchen, sua intenção ao assumir o cargo seria apenas para defender o direito de mais de 12 mil pessoas, que democraticamente teriam o escolhido como representante político na cidade de São Paulo.